Barco pirata encontrado em Tonga pode esconder tesouro

AFP
Navegador próximo ao suposto navio pirata

Mergulhadores descobriram nas águas de Tonga, no Pacífico, os restos de um barco pirata que desapareceu no século XIX e que levava a bordo um importante tesouro.

O "Port-au-Prince", um barco pirata britânico, foi atacado em 1806 por guerreiros polinésios. A maioria dos membros da tripulação foi morta por ordem do rei Finau Ulukalala II, segundo o ministério de Turismo de Tonga.

Aparentemente, depois de levar o armamento da embarcação, os atacantes afundaram o navio, deixando o tesouro em seu interior.

Se for comprovado que se trata do mesmo navio, com certeza o tesouro composto por cobre, prata, ouro, deverá estar a bordo, segundo o ministério.

Originalmente, o "Port-au-Prince" foi construído na França, mas foi capturado por ingleses, que depois o transformaram num navio pirata.

Em 1805, zarpou com a missão de atacar e saquear as embarcações espanholas e francesas.