Barragem da mineradora Samarco se rompe em Minas Gerais

SÃO PAULO (Reuters) - A mineradora Samarco, joint venture da Vale com a australiana BHP, informou nesta quinta-feira que uma barragem de rejeitos da sua unidade Germano se rompeu nesta quinta-feira, atingindo um distrito de Mariana, em Minas Gerais. Com o rompimento da barragem do Fundão, a comunidade próxima de Bento Rodrigues foi afetada, segundo a assessoria de imprensa da Samarco, uma das maiores exportadoras do Brasil. As atividades na unidade de Germano foram paralisadas com o incidente. De acordo com informações da mídia, há mortos e feridos. A Samarco e a Defesa Civil de Ouro Preto, que está ajudando na operação de resgate, não tinham imediatamente informações sobre o número de vítimas. Não foi possível contatar autoridades em Mariana. "Não é possível, neste momento, confirmar as causas e extensão do ocorrido, bem como a existência de vítimas. Por questão de segurança, a Samarco reitera a importância de que não haja deslocamentos de pessoas para o local do ocorrido, exceto as equipes envolvidas no atendimento de emergência", afirmou a empresa em nota. A Samarco produz principalmente pelotas de minério de ferro, a partir da transformação de minerais de baixo teor em um produto nobre, de alto valor agregado, e comercializado para a indústria siderúrgica mundial. A capacidade produtiva da Samarco é de aproximadamente 30 milhões de toneladas anuais, segundo informação do site da companhia. (Por Roberto Samora)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos