‘Barraqueiros’: família descreve casal que destruiu clínica por 'chip' no dente

Homem acusa dentista e destrói parte de clínica - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Homem acusa dentista e destrói parte de clínica - Foto: Reprodução/Redes Sociais

O casal que provocou uma quebradeira na recepção de uma clínica odontológica em Belo Horizonte (MG), já precisou ser escoltado pela polícia para sair do bairro em que moravam por desentendimentos com vizinhos e familiares. As informações são do G1.

As alegações são de parentes do casal, que ao ver o vídeo da confusão causada na clínica, relembraram que há cerca de um ano, o homem, de 31 anos, e a mulher, de 27, foram escoltados por policiais.

Uma pessoa da família, que pediu para não ser identificada, falou para a reportagem local do G1 sobre os problemas que os dois causaram.

"A vida dele é só brigar, ele e a mulher saíram daqui com a escolta da polícia para retirar as coisas, uma vez que a comunidade ficou revoltada. Ele ficou mais violento por causa dela", disse.

Segundo a parente, em um dos episódios, o homem jogou pedras no telhado de uma casa e rasgou os pneus de um veículo. Em outra ocasião, a companheira dele chegou a colocar fogo na casa. Ninguém ficou ferido.

"Eu achei essa história do chip estranha, acho que é mentira, esses dois sempre mentem. Eles cuidam bem dos filhos, mas era muita briga aqui. A saída deles daqui foi um alívio, uma paz. Se depender de nós, eles não voltam a morar aqui", declarou.

O caso

Um homem deixou destruída a recepção de uma clínica odontológica na Rua dos Guajajaras, bairro de Lourdes, em Belo Horizonte, na quarta-feira (8), após acusar um dentista que trabalha no local de “implantar um chip” na boca de sua esposa e alegar que ela sentia fortes dores.

Uma funcionária da clínica contou, em depoimento à Polícia Militar, que o suspeito estava com três crianças no momento em que questionou sobre o dentista.

Ao ser informado de que o dentista responsável pelo atendimento à sua mulher havia saído em horário de almoço, o suspeito se descontrolou e passou a quebrar os itens da recepção. Ele teria, também, dado um soco no braço de uma recepcionista.

A esposa também estava no local e teria jogado um objeto na direção dos funcionários. A polícia foi chamada, mas o casal fugiu antes da chegada dos agentes.

A proprietária da clínica odontológica negou que tenha implantado qualquer tipo de chip na paciente. De acordo com a dona do espaço, que não quis se identificar, a mulher esteve na clínica em 2018, quando precisou colocar "um núcleo metálico e uma coroa total no dente".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos