Barras de proteínas podem contribuir para o ganho de peso, aponta pesquisa

As barras de proteínas são vistas por muitos como um alimento saudável e um aliado para a perda de peso. Mas pesquisadores da Arizona State University descobriram que esse efeito pode ser reverso e o alimento pode contribuir para o ganho de peso.
O grupo acredita que essas barras não são suficientes para impedir uma pessoa de comer após sua ingestão. O estudo apontou que aqueles que comem uma barra de proteína por dia são mais propensos a ganharem peso do que as que não comem.
A pesquisa acompanhou 21 pessoas, a maioria na casa dos 20 anos. Após duas semanas com uma dieta normal, elas foram instruídas a comerem uma barrinha por dia durante o mesmo período.
Na comparação, o consumo diário de proteínas aumentou em 220 calorias durante o período de consumo da barra proteica, enquanto a massa gorda aumentou 0,5 kg na primeira semana.
Dietas ricas em proteínas podem sim ajudar na redução de peso, pois diminuem os níveis de hormônios da fome e aumentam os relacionados à saciedade. A maioria das barras de proteína apresenta alta quantidade de calorias — marcas conhecidas tem cerca de 200 calorias, cerca de três ovos médios —, o que facilita o ganho de peso sem, necessariamente, comer muito.
Os pesquisadores compararam esses produtos a barras de chocolate disfarçadas. Pois esses produtos tem açúcares adicionados e xarope de milho com alto teor de frutose, o que já foi associado a o maior risco de obesidade e ganho de peso.