Barris 'fantasma' de uísque serão leiloados; expectativa é arrecadar R$ 4,8 milhões

Glass of whisky cognac or bourbon in ornamental glass next to a vinatge wooden barrel on a rustic wood and dark background.
Os compradores também levarão obras de arte e experiências oferecidas pela empresa de bebidas (Getty Image)
  • Produtos leiloados foram fabricados anos atrás

  • Parte do valor arrecadado será doado para a caridade

  • Quem arrematar também ganhará presentes das marcas

Já penou degustar um delicioso copo de uísque fantasma? Ao contrário do que parece, isso não tem relação alguma com o mundo espiritual.

A Diageo, maior fabricante de bebidas alcoólicas do mundo, e a tradicional casa de leilões Sotheby’s promoverão no dia 14 de junho o leilão de dois barris de uma bebida que não é mais produzida.

Como a destilaria não faz mais o “Whisky of distinction”, os produtos leiloados serão os barris que estavam armazenados no estoque, que simplesmente já tinham "morrido" para o mercado. O valor estimado de arrecadação para cada um é de U$ 1 milhão, o equivalente a quase R$ 4,8 milhões.

Para o leilão, serão utilizados produtos das empresas Brora e Port Ellen, com o lance inicial em cada barril em U$ 880 mil. A bebida da Port Ellen é anunciada como a “mais preciosa” do estoque da Diageo. O uísque foi destilado em 1979 e gerou uma quantidade suficiente para apenas 102 garrafas.

Já o barril da Brora é apontado como o “mais antigo" da destilaria. O conteúdo deve render em torno de 145 garrafas de uísque destilado em 1982.

O certame destinará 5% do valor arrecadado será destinado a ONG Care International para apoio a Ucrânia. Além disso, os compradores terão a oportunidade de trabalhar no envelhecimento dos barris por mais cinco anos junto aos especialistas da Diageo. É uma oportunidade única para apreciadores da receita alcóolica tradicional.

Para além dos barris ofertados, os compradores também levarão obras de arte e experiências oferecidas pela empresa de bebidas. Quem arrematar o Port Ellen receberá de presente uma escultura do artista Ini Archibong e uma visita de dois dias na destilaria de origem do produto, localizada na Escócia.

No caso do comprador do Brora, o mimo será uma visita de dois dias à lendária destilaria na companhia do renomado fotógrafo Trey Ratcliff, responsável por registrar a aventura.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos