Barroso manda governo adotar 'todas as providências' para encontrar desaparecidos e ONU diz que Brasil foi lento ao iniciar buscas por indigenista e jornalista inglês

Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta sexta-feira que o governo federal adote imediatamente "todas as providências necessárias" para a localização do indigenista Bruno Araújo Pereira e pelo jornalista britânico Dom Phillips. Os dois estão desaparecidos desde o início da semana. O ministro também deu cinco dias para que as autoridades apresentem um relatório "contendo todas as providências adotadas e informações obtidas".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos