Base aliada de Dilma lidera em 9 das 12 principais capitais

ACM Neto (DEM) é um dos únicos oposicionistas com chance de levar uma capital importante. (Foto: Divulgação)A base aliada da presidenta Dilma Rousseff lidera as pesquisas de intenção de voto em 9 das 12 principais capitais do Brasil. Candidatos de partidos ligados ao governo podem decidir a disputa ainda no primeiro turno em cinco desses municípios. E nas três cidades restantes, deverá haver segundo turno com um candidato da base governista.

A fragilizada oposição lidera a corrida apenas em Manaus e em Salvador. Contudo, tanto Arthur Virgílio (PSDB), na capital amazonense, como ACM Neto (DEM), na capital baiana, assistem à aproximação de seus rivais diretos nos levantamentos dos institutos de pesquisa. Em Manaus, Vanessa Graziotin (PcdoB) encostou no tucano após o aumento da presença do ex-presidente Lula na campanha. Em Salvador, a polarização entre o carlismo e o petismo esquentou a poucos dias da eleição com o estreitamento da distância provocado pelo crescimento de Nelson Pelegrino (PT). 

Leia mais:
Em Fortaleza, Ibope aponta empate técnico entre Roberto com 25% e Elmano 23%
Dilma participa de comício em BH nesta quarta-feira
Senadores usam funcionários de gabinete em campanha

O PSD, que não é nem situação nem oposição, está em primeiro na corrida em Florianópolis com Cesar Souza Junior. Mas a disputa parece se encaminhar para um segundo turno com a participação da situacionista Angela Albino (PcdoB).

Na maioria dos casos em que um concorrente da vasta base de Dilma lidera, há um pleiteante de outro partido da situação na disputa. O PSC lidera com Ratinho Junior em Curitiba contra Luciano Ducci (PSB). O PDT ampliou vantagem em Porto Alegre com José Fortunati sobre Manuela D’Avila (PcdoB). Em ambos os casos, o PT da presidenta Dilma apoia um terceiro concorrente.

Em algumas das capitais mais cobiçadas do país há o embate direto entre um candidato do PT e outro da base aliada. Em Recife, Cuiabá, Belo Horizonte e Fortaleza, PT e PSB se enfrentam diretamente, com vantagem para os socialistas nos quatro casos. Em São Paulo, o PT, representado por Fernando Haddad, enfrenta a surpresa Celso Russomanno, do aliado PRB, além da forte concorrência do antigo rival de Dilma e Lula no plano federal, José Serra (PSDB).

No Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), aliado do vice-presidente Michel Temer (PMDB), caminha tranquilamente para a reeleição contra o oposicionista Marcelo Freixo (PSOL). Goiânia é a única das principais capitais do país onde um candidato do PT, o prefeito Paulo Garcia, lidera com folga e tem chances reais de ganhar a disputa ainda no primeiro turno.

Carregando...
Buscar

Siga o Yahoo Notícias