Bastidores do Prêmio Multishow: Juliette nervosa com apresentação, vestido com cauda enorme, Xuxa roubando a cena e mais

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Xuxa foi a grande sensação da 28ª edição do Prêmio Multishow, que aconteceu nesta quarta-feira, no Rio. A eterna Rainha dos Baixinhos voltou no tempo e desceu da sua famosa nave do “Xou da Xuxa” cantando dois dos seus sucessos, “Arco-íris” e “Lua de Cristal”. A apresentadora chorou após o número musical, que foi assistido de perto pela filha Sasha, o genro, João Figueiredo, e o marido, Junno Andrade (com a cadelinha Doralice no colo). “Tenho muito orgulho dessa mulher”, babava Sasha.

Feliz da vida, a apresentadora participou de todas as entrevistas para o canal e ainda teve mais duas aparições na premiação: uma no palco, ao lado de Ivete Sangalo e Tatá Werneck, e encerrando o evento subindo na nave com Sasha. Rainha!

Quem também brilhou foi Juliette Freire. Esbanjando carisma e simpatia, a campeã do “BBB 21” fez uma apresentação no palco principal com direito a coreografia. Assim como vários artistas da noite, ela recorreu ao playback e não cantou ao vivo. Antes da apresentação, a paraibana confessou aos jornalistas que estava nervosíssima em ter que cantar e dançar. Mas na hora tirou de letra.

Vários artistas fizeram uso do playback em suas apresentações. Foi o caso de Ivete Sangalo, Carlinhos Brown, Jojo Todynho, Juliette e MC Carol de Niterói.

Alguns dos shows principais foram gravados antes do evento. Os números de Iza, Barões da Pisadinha e grande parte do número de Luísa Sonza, por exemplo, foram feitos antes e exibidos no telão para o público que assistia à premiação. Sonza optou por só cantar lá no palco ao vivo a sua nova música, “Anaconda”. Com uma coreografia ousada e muito rebolado, foi a responsável pela melhor performance da noite.

Filho de Cássia Eller, Chicão foi um dos poucos artistas que soltou a vozeirão de verdade, ao vivo, cantando a música que fez para a mãe Maria Eugênia, que o assistia da plateia. De chinelo, gritou um “Fora, Bolsonaro” ao vivo, no palco. Após a apresentação, foi para área externa tornar uma cerveja e fumar um cigarro com os amigos que o acompanhavam, enquanto contava as mensagens de haters que recebia e o número de seguidores que perdia por conta da manifestação política.

Gabi Martins acompanhou o namorado Tierry, que se apresentou no show. A cantora e ex-BBB usou um vestido que ela mesma comprou, com um decote ousado na parte lateral, deixando a tatuagem com o dizer “detalhes” à mostra, e sem calcinha. Empolgada, Gabi aproveitou para tietar vários artistas.

Camilla de Lucas surpreendeu os jornalistas com tamanha simpatia e disposição para responder perguntas sobre sua vida. A vice-campeã do “BBB 21” foi convidada pela premiação para fazer reportagens com os artistas ao lado de João Pedroso, seu amigo de confinamento. Os dois ganharam até um camarim. Camila dividiu o dela com Titi Müller.

No tapete vermelho antes de começar a premiação, Rodolffo deixou escapar que ele e Israel vão lançar uma música com Juliette. “Ainda não era para falar”, avisou o companheiro de dupla, já meio tarde demais.

Outra atração da noite, Dennis DJ chegou acompanhado da filha, a cantora Tília. “Essa é a nova promessa da música”, dizia ele, orgulhoso, a Rodolffo. “Sei fazer música e seu fazer filha também. Só filhos gatos”, continuou.

MC Carol de Niterói contou que ficou bastante surpresa quando recebeu o convite para cantar na premiação. “Eu falei: ‘Será que eles estão chamando a Carol certa? Será que vou poder cantar putaria?’".

As falas de Tatá Wenerck e Iza eram lidas no teleprompter que ficava à frente do palco. A humorista, porém, improvisava várias piadas, dando bastante trabalho para o responsável por manusear o TP ali na hora.

Até os discursos em homenagens a Marília Mendonça e Paulo Gustavo foram feitos previamente e lidos lá na hora, o que não tirou a emoção do momento. Muita gente na plateia chorou pra valer quando a mãe e o irmão da Rainha da Sofrência subiram ao palco para pegar o prêmio de Melhor de cantora da artista. Tales Bretas, viúvo de Paulo Gustavo, também emocionou com um discurso sobre o marido.

Iza usou sete vestidos ao todo durante a premiação, enquanto Tatá subiu ao palco com três. Os looks do evento deste ano foram mais discretos. Nada de decotão ousado, transparências ou bumbum de fora (com exceção de Laura Fernandez, ex-nora de Preta Gil) ou joias milionárias.

Mas houve quem atraiu todos olhares com um vestido com cauda enorme. A influenciadora Karen Kardasha, famosa na web com 4,4 milhões de seguidores, chegou à premiação com um modelito com mais de cinco metros de cauda. “Não é meu, é tudo permuta”, disse, enquanto arrastava o vestido, caminhando com uma certa dificuldade.

Gil do Vigor circulou pela premiação com um amigo e foi bastante tietado por fãs. O ex-BBB atendeu a todos os pedidos de fotos e terminou a noite no zero a zero, sem cachorrada!

Tatá Werneck não perdeu a chance de debochar de Fiuk, com quem se desentendeu durante a gravação do “Lady night”. Após trocar farpas com o ator nas redes sociais, ela encerrou a premiação usando uma faixa na cabeça escrito “100 %”. "Gente, eu queria pedir desculpas ao Fiuk. Quero fazer as pazes. 100% Fiuk", gritou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos