Batalhão Azov é uma "organização terrorista"

O Supremo Tribunal da Rússia declarou esta terça-feira o Regimento Azov como uma organização terrorista. A decisão, que entra em vigor "de imediato", agrava as penas para os combatentes que estiveram cercados durante vários meses na Fábrica Azovstal, em Mariupol.

Dezenas de militares Azov estão detidos e são alvo de processos criminais. Moscovo acusa-os de matar civis.

Os oficiais ucranianos continuam a investigar o ataque da semana passada a uma prisão na região separatista de Donetsk que matou dezenas de prisioneiros de guerra ucranianos.

Moscovo e Kiev trocaram acusações sobre a autoria do ataque

As autoridades separatistas e os funcionários russos dizem que a explosão de sexta-feira matou 53 prisioneiros de guerra ucranianos e deixou 75 feridos. Entretanto, a Rússia abriu um inquérito sobre o ataque e enviou para o local a principal agência de investigação criminal do país.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos