Batida entre ônibus escolares deixa 5 mortos e 45 feridos em Alagoas

MARTHA ALVES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma batida frontal entre dois ônibus de estudantes deixou ao menos cinco pessoas mortas e 45 feridas na rodovia AL-110, próximo à cidade de São Sebastião, no agreste de Alagoas, por volta das 18h30 desta quinta-feira (30).

Os dois coletivos transportavam universitários e secundaristas das cidades de Teotônio Vilela e Junqueiro que estudam em Arapiraca. A Polícia Militar disse que um dos ônibus tentou desviar de uma retroescavadeira na rodovia e bateu de frente no outro. A via passa por obras de duplicação, de acordo com a PM.

Cerca de dez ambulâncias das cidades de Arapiraca, Junqueiro, Teotônio Vilela e São Sebastião ajudaram no resgate aos feridos. Os bombeiros disseram que retiraram cinco mortos e três pessoas com vida das ferragens.

O Hospital de Emergência Daniel Houly, em Arapiraca, recebeu 45 feridos. Após o acidente, 100 pessoas desesperadas estiveram no hospital em busca de informações de vítimas.

Por volta da 1h desta sexta (31), quatro pessoas estavam internadas no hospital em estado grave devido a traumatismo craniano. Nove feridos estavam em observação e outros 22 com traumas leves e ainda passavam por atendimento. Apenas dez passageiros dos ônibus tinham sido medicados no hospital e liberados.

O governador de Alagoas Alagoas Renan Filho (PMDB) decretou luto oficial de três dias e determinou "mobilização total e imediata dos meios necessários para o socorro às vítimas sobreviventes e o apoio às famílias", além da apuração das causas do acidente. Segundo o hospital, ele deve ir ao local na manhã desta sexta para visitar as vítimas do acidente.

A rodovia ficou interditada até às 22h para o trabalho de resgate, perícia e limpeza. As causas do acidente serão investigadas.