Bauru, no interior de SP, volta a ter rodízio de água

·2 min de leitura
**Arquivo**BAURU, SP, 04.03.2021 - Calçadão do centro de Bauru (SP)(Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
**Arquivo**BAURU, SP, 04.03.2021 - Calçadão do centro de Bauru (SP)(Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Bauru (329 km de SP) anunciou na noite de sábado (30) que voltará a fazer rodízio no abastecimento de água nos bairros que são abastecidos pelo Sistema de Captação do Rio Batalha/ETA.

Segundo o DAE, a medida está sendo tomada devido ao baixo volume de chuvas e falta de previsão para os próximos dias.

"A medida tem como finalidade minimizar os efeitos da redução da produção de água distribuída pelo manancial, que hoje registra 3 metros, sendo que seu nível considerado ideal é de 3,20 metros", afirma o departamento.

O rodízio começou neste domingo (31) e funcionará em regime de 24 h por 24 h. Assim, neste primeiro dia, serão abastecidos apenas os bairros da região Vila Falcão/Alto Paraíso/Bela Vista/ Ouro Verde/Terra Branca.

Na virada de domingo (31) para segunda-feira (1º), o abastecimento deste primeiro bairro será interrompido e começará o fornecimento para o segundo grupo, composto pelos bairros da região Centro/Altos da Cidade/Estoril 1 e 2.

"Importante salientar que durante a reversão do sistema (troca de abastecimento de uma região para outra), o setor atendido naquele momento não começa a receber água de maneira imediata. Isso porque é necessário a recuperação de nível, que pode levar algumas horas, dependendo do tamanho e consumo de cada região", afirma do DAE de Bauru.

Ainda segundo o departamento, serão feitas constantes avaliações do comportamento da lagoa de captação durante os próximos dias e novas medidas serão tomadas de acordo com a evolução da situação.

"A medida é emergencial e temporária, podendo ser interrompida assim que o sistema volte a ficar equilibrado ou comece o período de chuvas", diz a autarquia.

Regiões de Bauru que são abastecidas por água de poços subterrâneos não serão afetadas pela interrupção no fornecimento de água.

O DAE ainda afirma que "continua disponibilizando caminhões-pipa para o atendimento nas regiões afetadas através do telefone 0800-7710195, que recebe ligações apenas de telefone fixo, ou pelos números 3235-6140 e 3235-6179, que recebem ligações feitas por celular".

FALTA DE ÁGUA NA REGIÃO

A cidade já vem enfrentando problemas com abastecimento de água há mais de um ano. O rodízio que começou neste domingo (31) retoma o sistema que não chegou a ser suspenso oficialmente, mas que não vinha operando há, pelo menos, duas semanas.

O Sistema Batalha/ETA atende a 40% da população de Bauru e, desde abril deste ano, diferentes tipos de rodízio já foram realizados na região abastecida por ele.

Mas o problema já era registrado em 2020, quando os moradores dos bairros abastecidos pelas águas do Rio Batalha chegaram a enfrentar rodízios com até três dias sem fornecimento de água.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos