Bayer veta 2ª oferta do Verdão e impõe condição por Alario

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Alario topou jogar no Verdão, mas Leverkusen rejeitou acordo (Jose Luis Contreras/Getty Images)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Má notícia para o torcedor do Palmeiras: o Bayer Leverkusen recusou a segunda proposta alviverde por Lucas Alario. Com carta branca de Leila Pereira, Anderson Barros ofereceu uma compensação financeira para ter o argentino por empréstimo até o fim da temporada - Alario já havia aceitado a transferência.

Porém, o Leverkusen respondeu de maneira negativa ao Verdão. A justificativa: Alario só será liberado para o Palmeiras se os alemães conseguirem contratar um novo camisa 9 para o restante da temporada.

A notícia é preocupante, já que a intenção alviverde era ter Alario o mais rápido possível. Primeiro, para se adaptar aos novos companheiros. Depois, por causa da inscrição do Mundial de Clubes da Fifa, que se encerra no dia 24 de janeiro.

O Palmeiras buscará outras alternativas no mercado, enquanto torce por um acordo do Leverkusen por outro centroavante. O grande problema é que todos os nomes pensados não avançaram por causa dos preços exorbitantes, superiores a R$ 100 milhões. Casos de Pedro, Taty Castellanos, Yuri Alberto, Agustin Alvarez... Kaio Jorge e João Pedro também foram sondados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos