BB e Correios encerram contrato do Banco Postal

Manoel Ventura

BRASÍLIA — O Banco do Brasil e os Correios encerraram, no último domingo, o contrato para os serviços do Banco Postal. Na semana passada, as duas instituições assinaram um novo acordo, temporário, para atividades de correspondente bancário por três meses, até que se conclua a desmobilização dos atuais serviços.“Os Correios continuarão disponibilizando atendimento básico de saques, depósitos, consultas e recebimento de contas em parceria com o BB pelo período de três meses, podendo ser prorrogado por igual período”, informou o banco, em comunicado ao mercado.

Viu isso?Orçamento de 2020 tem previsão de economia de R$ 6 bi com proposta que reduz salário de servidorO BB disse ainda que, durante esse período, buscará alternativas para solucionar eventuais impactos aos usuários dos serviços disponibilizados pela rede do Banco Postal.“O contrato do Banco Postal, firmado entre Correios e Banco do Brasil, foi encerrado no dia 15 de dezembro. Até que se conclua a desmobilização da prestação do serviço, os Correios continuarão disponibilizando atendimento básico”, informou os Correios.Os serviços do Banco Postal estavam ameaçados desde 2017, em razão de altos custos de manutenção e segurança.Com o Banco Postal, Banco do Brasil usa a rede de atendimento dos Correios para a intermediação de serviços bancários básicos. Em vários municípios pequenos, essa é a única opção de acesso bancário e de saque de benefícios da Previdência Social.