'BBB 23' tem dois médicos no elenco, Amanda e Fred Nicácio: relembre profissionais da área que já participaram

Com os médicos Amanda e Fred Nicácio no elenco, o "BBB 23" se iguala em número de participantes que atuam nessa profissão à edição de 2020, que sagrou campeã a anestesista Thelma Assis e ainda contava com a ginecologista Marcela Mc Gowan na escalação. A estreia do programa na noite de segunda-feira movimentou a curiosidade do público em relação à vida da médica que atende na UTI e do dermatologista que acabaram de ser confinados na casa.

Passagens marcantes de médicos também aconteceram em outras edições. No "BBB 8", o psicanalista Marcelo Arantes foi eleito pelo público vilão do programa depois de criar intrigas com outros participantes. E teve ainda o Doutor Gê, do "BBB 5", que foi eliminado na quarta semana de confinamento com alta rejeição.

Veja alguns dos médicos que optaram por fazer parte do reality:

Amanda ("BBB 23")

A médica intensivista Amanda é natural de Astorga, no norte do Paraná. Ela tem tem 31 anos e vive uma rotina de plantões em UTIs para retribuir aos pais o esforço que fizeram ao longo da vida para que ela pudesse estudar. Amanda surpreendeu sua família e amigos ao participar do "BBB": guardou em segredo a informação de que iria para o confinamento, e todos só souberam da novidade quando viram o anúncio na televisão.

Fred Nicácio ("BBB 23")

Integrante do grupo camarote do “BBB 23”, o médico Fred Nicácio, de 35 anos, já participou do “Encontro com Fátima Bernardes”, em 2019, para comentar um vídeo que viralizou nas redes: nas imagens, ele aparecia atendendo um casal surdo em Libras. Naquela ocasião, o rosto do novo morador da casa mais vigiada do Brasil era mais arredondado que atualmente. No ano passado, quando apresentou o reality “Queer eye Brasil”, da Netflix, Fred já tinha feito harmonização facial e apresentava sua feição atual. Além de ser dermatologista, o participante é fisioterapeuta.

Thelminha ("BBB 20")

Campeã do "BBB 2020", a anestesista Thelma Asis conquistou o público durante o programa pelo seu carisma e as posições firmes que tomou em momentos-chave do jogo. A conquista da médica foi comemorada por artistas e famosos que fizeram campanha para ela na disputa final contra as amigas Rafa Kalimann e Manu Gavassi. A vitória de Thelma foi vista como um exemplo de representatividade para mulheres negras.

Marcela Mc Gowan ("BBB 20")

A ginecologista Marcela Mc Gowan também participou do "BBB 20" e teve boa relação na casa com Thelminha. No confinamento, ela chegou a se destacar como uma das favoritas para vencer o jogo depois de revelar uma armação dos homens da casa, mas seu relacionamento com o modelo Daniel Lenhardt fez com que perdesse a preferência do público e acabou sendo a 12ª eliminada. Ela é especialista em sexualidade feminina, ginecologia natural e parto humanizado.

Marcos Harter ("BBB 17")

Marcos Härter é cirurgião plástico e participou do "BBB17". Natural de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, o médico teve uma saída conturbada do programa depois de ter sido acusado de agredir a participante Emilly Araújo, com quem manteve um romance na casa. Depois de participar do programa, Marcos tentou se eleger, em 2018, deputado federal no Mato Grosso, e, em 2020, vereador na cidade de Sorriso. Não foi eleito em nenhuma delas.

Wesley Schunk ("BBB11")

O nefrologista e nutrólogo Wesley Schunk entrou na casa do "BBB 11" já com 21 dias de disputa. O capixaba foi até a final, ficou em segundo lugar e foi eleito um dos musos da edição. Na área de nefrologia, o médico atua com transplante renal e terapia intensiva. Já na nutrologia, ele promove a saúde, analisando a parte fisiológica e hormonal dos pacientes.

Marcelo Arantes ("BBB 8")

Natural de Presidente Prudente, o psiquiatra paulista tinha 31 anos quando entrou no confinamento. Ficou marcado por várias discussões com os colegas, assim como por ter um grande afeto com Gyselle, a cajuína, com quem mais tarde também teve atritos. Foi considerado o vilão da edição. Ele atualmente tem 45 anos e diz que é lembrado pela sua participação no programa frequentemente no ambiente de trabalho.

Rogério Padovan ("BBB 5")

Médico, oficial da Força Aérea, o paulista Rogério Padovan teve uma passagem curta mas marcante no "BBB 5". Na quinta edição do reality, ele resistiu apenas quatro semanas no programa até ser eliminado com uma das maiores rejeições da história (92%, em paredão contra Sammy). O médico ficou conhecido como Doutor Gê, apelido do qual é lembrado até hoje.