'BBB21': Arcrebiano é eliminado com 64,89% votos em paredão com Juliette e Gilberto

·3 minuto de leitura

Não deu para Arcrebiano continuar no "Big Brother Brasil 21". Eliminado com 64,89% dos votos do público, o modelo se deu mal no segundo paredão do reality, na noite desta terça-feira, após uma disputa com a maquiadora Juliette, que acumulou 33,23% de rejeição, e com o economista Gilberto, que levou 1,88% apenas. "Se o seu jogo aí for sujo, deixa que o público decide. Se você se embanana, deixa que o público decide. Mas tem uma coisa que você não pode fazer: se fechar, não jogar. O único jeito de sobreviver e chegar à final é jogando. Quem se fecha vai sair", anunciou Tiago Leifert no discurso de eliminação. Pouco antes, o apresentador chegou a comentar que leu nas redes sociais que o público estava chateado com esse paredão, formado por três participantes de um mesmo grupo.

''Gente, obrigado. Se cuidem. Isso aqui é um jogo. Não levem para o coração. Espero vocês lá fora'', disse Bil antes de deixar a casa. ''Queria fazer um jogo limpo lá dentro. Porque lá dentro é outro mundo. Foi um paredão difícil, fui com pessoas próximas de mim. Saio de lá de cabeça erguida e muito grato'', comentou ele ao encontrar Tiago Leifert.

Ainda no papo com Tiago, Bil se mostrou aliviado ao ouvir que ''não foi culpado'' pela briga com Karol Conká. ''Eu poderia ter ido ao combate, mas esperei por amigos... Eu me resguardei de um problema que não era meu, mas poderia ter resolvido'', declarou o modelo. ''O jogo tá muito difícil, tá pesado lá dentro.''

Embora breve, a passagem do integrante do grupo Pipoca pela casa foi marcante. Bil, como ele gosta de ser chamado, se envolveu com Karol Conká, depois de muito ela insistir. Mas não demorou para os dois se desentenderem, após a cantora ter uma crise de ciúme por causa da proximidade do capixaba com Carla Diaz. Na madrugada de ontem, o modelo tentou se entender com Karol, mas a conversa não acabou bem.

Relembre a formação do paredão do "BBB21"

No fim da noite de domingo, no programa ao vivo, Carla Diaz, o anjo da semana, fez um discurso emocionado sobre ser vítima de fofoca maldosa (de que estava interessada por Bil e disputando-o com Karol Conká) e imunizou Camilla de Lucas, que a atriz disse tê-la apoiado todo o tempo. “Me senti humilhada, desrespeitada por conta de uma mentira suja. Não vim pra diminuir ninguém. Sempre tive muito respeito e admiração por todos. Essas lágrimas não são de novela, são de mágoa. Aqui é a Carla, que está jogando com o coração. Eu jamais imaginava que chegaria a esse ponto. Camilla é uma amizade que eu gostaria de levar pra fora da casa”, explicou a loira.

Já Arthur, o líder da vez, indicou Gilberto: “Dizem que jogador bom gosta de jogar jogo grande. Eu estou tranquilo, mas não satisfeito com a escolha que tenho que fazer. Eu preciso proteger quem está comigo e ferir alguém que está por perto. Minha decisão é o Gil”, disse.

Pela casa, quem levou a maioria dos votos foi Arcrebiano, o Bil: nove, no total.

Na prova bate e volta, em que Karol Conká, Juliette e Arcrebiano deveriam acertar qual era a única torneira que jorrava água nos adversários posicionados dentro de dois tanques, para se salvar do paredão, Karol teve sorte ao escolher a de número 17. “Eu queria sair, Deus não quis, que é pra eu me tornar uma pessoa melhor e aprender a lidar com a minha animosidade”, explanou a cantora para toda a casa.