BC vai fazer primeira operação de compra de títulos de dívida externa em dólares desde 2008

Gabriel Shinohara
Na última reunião do Copom, o Banco Central sinalizou uma interrupção no ciclo de cortes nos juros

BRASÍLIA - O Banco Central (BC) anunciou na noite desta quinta-feira que vai comprar títulos de dívida externa em dólares na sexta-feira. A operação, conhecida como repo, foi possibilitada pela publicação de uma circular do BC na quarta e não acontecia desde 2008.

No repo, o BC compra bônus da dívida brasileira denominados em dólar com o compromisso de revenda em 30 dias. O objetivo é amenizar a instabilidade do mercado. A medida também pode ter efeito no câmbio, já que, ao comprar dívidas em dólar de instituições brasileiras, acaba injetando a moeda americana no mercado nacional.

Com isso, o BC pode ajudar os bancos a terem mais liquidez, ou seja, mais recursos disponíveis para dar empréstimos ou enfrentar possíveis choques originados da crise do coronavírus.

O Brasil tem um estoque de US$ 31 bilhões nesses títulos, também conhecidos como títulos soberanos.

No comunicado que estabelece as normas para a operação de amanhã, não foi determinado o volume que será vendido, mas será o BC quem vai estabelecer as taxas e a quantidade aceita.