BC vende US$571 mi em 1º leilão de dólar à vista do ano, após moeda saltar quase 4,8%

·1 min de leitura
Homem passa perto da sede do Banco Central em Brasília

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco Central vendeu 571 milhões de dólares no mercado à vista de câmbio nesta sexta-feira, na primeira operação do tipo neste ano, após a moeda norte-americana disparar quase 4,8% e se aproximar de 4,84 reais num dia de forte aversão global a risco.

A taxa de corte da operação foi de 4,7975 reais.

O Bacen realizou o leilão entre 16:00:57 e 16:05:57 (de Brasília) desta sexta, logo depois de o dólar tocar 4,8395 reais, alta de 4,78% e cotação máxima do dia. Imediatamente após o anúncio da operação, o dólar desacelerou os ganhos, chegando a uma mínima de 4,7912 reais.

Às 16:19 (de Brasília), o dólar à vista avançava 3,74%, a 4,7912 reais na venda. Na B3, o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento subia 3,58%, a 4,8005 reais, após tocar 4,849 reais, valorização de 4,63%, a mais intensa desde março de 2020, logo no início da pandemia de Covid-19.

(Por José de Castro)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos