Bebê de mãe vacinada contra Covid-19 nasce com anticorpos contra a doença

Extra
·1 minuto de leitura

Uma mulher que foi vacinada durante a gravidez nos Estados Unidos deu a luz uma bebê com anticorpos contra a Covid-19. Segundo os pediatras Paul Gilbert e Chad Rudnick, que apresentaram a descoberta em artigo que ainda será revisado, o caso pode ser o primeiro reportado no mundo.

A mãe da criança, que é uma profissional de saúde e atuou na linha de frente da pandemia, recebeu o imunizante da Moderna ao completar 36 semanas de gestação. O parto foi realziado três semanas depois. Os pesquisadores analisaram o cordão umbilical da menina e constataram a presença de anticorpos.

— Até onde sabemos, esta foi a primeira vez no mundo relatada de um bebê nascer com anticorpos após a vacinação. Testamos o cordão do bebê para ver se os anticorpos da mãe passavam para o bebê, o que é algo que vemos acontecer com outras vacinas administradas durante a gravidez. Há potencial para proteção e redução do risco de infecção de Sars-CoV-2 com vacinação materna — explicou Paul Gilbert em entrevista à afiliada da emissora "ABC News".

Os pesquisadores deixam claro no artigo que mais estudos precisam ser feitos para tirar conclusões sobre o caso e atestar a segurança das vacinas paras gestantes e lactantes.

— Este é um pequeno caso de milhares e milhares de bebês nascidos de mães que foram vacinadas. Mais estudos precisam determinar quanto tempo vai durar essa proteção. Eles têm que determinar também em que nível de proteção ou quantos anticorpos um bebê precisa ter circulando para garantir a proteção — afirmou Chad Rudnick.