Bebês são capazes de prever eventos futuros usando apenas o raciocínio, sugere pesquisa

RIO - Bebês de um ano têm uma habilidade sofisticada e surpreendente: eles olham uma cena complexa e são capazes de fazer previsões sobre aquele cenário, afirma uma pesquisa realizada na Universidade de Budapeste, na Hungria. O cientista Erno Téglás e sua equipe dizem que os bebês usam "raciocínio puro", que envolve a combinação de diferentes fontes de informação, guiados por conhecimento abstrato, para fazer previsões sobre que eles nunca viveram.

Este tipo de de raciocínio pe diferente é prever um evento futuro baseado na frequência com que ele aconteceu no passado. Enquanto muitos seres são capazes de fazer essa última avaliação, as análises "só de olhar" realizada pelos bebês estão no cerne da inteligência humana, de acordo com os autores.

Eles exibiram vídeos nos quais formas coloridas se moviam dentro de um contêiner com uma abertura no fundo. Depois de um tempo, o contêiner era tirado do campo de visão deles, enquanto uma das formas saía do recipiente. Diferentes vídeos variavam a proporção de cores, a proximidade do objeto e da abertura, e o tempo que demorou para a forma deixar o contêiner.

Baseado no tempo que as cenas prenderam a atenção dos bebês, os autores concluíram que eles estavam usando puro raciocínio para prever que o objeto deveria sair do contêiner. Esses resultados concordaram com o modelo do chamado "observador ideal Bayesiano" que faz previsões baseado em princípios abstratos de movimento dos objetos. Isso sugere que os bebês estavam fazendo previsões racionais, não apenas respondendo a instintos. Os cientistas avaliam ainda se o raciocínio dá às crianças um meio de fazer inferências detalhadas sobre seu mundo cada vez mais complexo.

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias