Bêbada, filha de juíza impede blitz ao sentar em viatura

(Foto: Getty Images)
(Foto: Getty Images)

A médica psiquiátrica Paula Gonçalves Carneiro, de 34 anos, se apresentou como filha de juíza para uma equipe da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) e tentou obrigar os policiais a “arrumarem uma vaga” para que ela estacionasse o veículo. As informações são do site Metrópoles.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram a mulher sentada em uma viatura da corporação, impedindo a equipe de realizar o patrulhamento na região.

Um dos agentes explica para a médica que ela precisava sair para que a equipe pudesse trabalhar.

Paula Gonçalves Carneiro fica bastante irritada com os policiais e os desafia para que a prendessem.

Ainda segundo o site Metrópoles, o episódio aconteceu em um bairro de Ubá.

“Sou filha da juíza da Vara de Infância e Juventude. Só queria um lugar para parar, sem confusão”, disse a filha da magistrada quando parou seu SUV branco no meio da rua.

Ela chegou a xingar os policiais. Uma mulher acompanhava a médica e tentava fazer com que ela parasse de atacar os agentes. Mas nada adiantou.

“Porra, até agora não arrumaram a minha vaga para parar. Me dá um carregador. Me dá meu celular. Vou tirar uma foto deles e mandar para mamãe”, ameaçou a médica.