Bebê ferido em chacina na creche de SC já não corre risco de morte

·3 minuto de leitura
Cinco pessoas morreram em ataque a facadas em escola de educação infantil de Saudades (SC) (Foto: Polícia Militar de Santa Catarina)
Cinco pessoas morreram em ataque a facadas em escola de educação infantil de Saudades (SC) (Foto: Polícia Militar de Santa Catarina)
  • Bebê ficou ferido após ataque em creche, passou por cirurgia e tem quadro estável

  • Seu pai celebrou a evolução do filho e pediu que as preces sejam direcionadas às famílias que perderam suas crianças na chacina

  • Autor do ataque, Fabiano Kipper Mai segue em estado grave na UTI, após tentar suicidar-se

O bebê de apenas um ano e oito meses que sobreviveu à chacina na creche da cidade de Saudades, em Santa Catarina, já não corre risco de morte. Ele segue internado no Hospital da Criança, em Chapecó, sem previsão de alta.

De acordo com o G1, o último boletim médico, divulgado nesta sexta-feira, aponta que o garoto está na enfermaria. Ele foi transferido para o centro médico na última quarta-feira, após deixar a UTI do Hospital Regional do Oeste, também em Chapecó.

Leia também

As informações são de que o bebê está acordado e com quadro estável. Ele foi internado com cortes na bochecha, lábios, barriga e uma perfuração no pulmão, passou por cirurgia na terça-feira e se recuperou rapidamente.

O pai da criança, Diego Hübler, celebrou a evolução do quadro do filho. "Ele está no quarto e, agora, é o processo de recuperação, vai levar alguns dias. Graças a Deus, está correndo tudo bem. Temos que agradecer a todo o pessoal que está orando, que continue orando”, declarou ao G1.

Diego pediu que as orações sejam voltadas para as famílias que perderam suas crianças na chacina. Três bebês com menos de dois anos foram assassinados, assim como duas funcionárias da creche.

Jovem de 18 anos foi identificado como Fabiano Kipper Mai - Foto: Reprodução
Jovem de 18 anos foi identificado como Fabiano Kipper Mai - Foto: Reprodução

Também peço que continuem e orem pelas famílias que perderam seus filhos, porque o meu se salvou, mas isso é muito difícil para as famílias também que perderam os deles, tanto os pais, as professoras, coleguinhas dele. É uma coisa assim, não tem palavras.”

Chacina matou cinco pessoas em Saudades

Um adolescente de 18 anos invadiu uma creche e matou cinco pessoas no município de Saudades, em Santa Catarina, nesta terça-feira. O rapaz portava um facão no momento do ataque.

O delegado Jerônimo Marçal Ferreira, responsável pelo caso, confirmou a morte de três crianças e duas professoras. A Polícia Civil também anunciou a prisão do agressor após o crime.

Governador lamenta "chacina"

Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés manifestou-se por meio das redes sociais e lamentou o ocorrido. "Devastadora a notícia da chacina registrada no município de Saudades vitimando crianças e professores de uma creche na manhã desta terça-feira. Minha solidariedade às famílias, à comunidade escolar e a todos os moradores da acolhedora cidade do nosso Oeste", escreveu no Twitter.

"Todas as energias das forças de segurança da região devem ser empregadas no esclarecimento desse trágico episódio", completou.

Autor do atentado tentou se matar

Ricardo Newton Casagrande, delegado regional de Chapecó (SC), disse que o autor do crime desferiu golpes contra si próprio depois de matar ao menos cinco pessoas — sendo três crianças e duas professoras.

Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, foi encaminhado para o Hospital Regional do Oeste, onde foi submetido a cirurgia. Ele segue internado, em estado grave, na UTI.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos