Bebês recebem vacina contra Covid-19 por engano e são internados às pressas em Sorocaba

·1 min de leitura

Dois bebês, um de quatro e outro de dois meses, tiveram que ser internados às pressas em Sorocaba, depois de receberem por engano vacinas contra a covid-19 na última quinta-feira (2). Eles permanecerão internados por uma semana, sendo monitorados.

Eles deveriam ter recebido a vacina pentavalente, mas por erro, receberam doses da Pfizer contra o coronavírus e apresentaram efeitos colaterais muito fortes, conforme informações do UOL. 

Leia também:

De acordo com informações do portal, Ana Cláudia Mugnos Riello, mãe de uma das crianças, contou que quando levou sua filha para tomar vacina, a enfermeira informou que se tratava do imunizante pentavalente. Horas depois, no entanto, a bebê começou a ter febre alta e vômito. 

No dia seguinte, ela recebeu uma ligação da UBS Nova Sorocaba, onde a filha foi vacinada, pedindo para que voltasse à unidade com a criança. De acordo com Ana Cláudia, ao chegar lá, a carteirinha da vacina foi levada e, depois de algum tempo, ela foi avisada de que sua filha havia recebido o imunizante errado pelo secretário de Saúde Vinícius Rodrigues. 

Kethillyn Fernanda Monteiro da Silva, mãe de outro bebê, passou pela mesma coisa. Depois de vacinar o pequeno, o bebê começou a apresentar forte febre e ela foi procurada pelo secretario de saúde no portão de sua casa para contar do que havia acontecido. 

As mães e as crianças foram levadas ao Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil. A recomendação de uma semana de internação é da própria Pfizer, que sugeriu ainda que as crianças fiquem internadas por 7 dias e façam exames regulares a cada 2 dias para avaliar a situação. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos