Bebida alcoólica adulterada mata 28 pessoas na Índia e deixa outras 60 hospitalizadas

Pelo menos 28 pessoas morreram e outras 60 tiveram um mal-estar após ingerir bebidas alcoólicas adulteradas no oeste da Índia, segundo o jornal The Times of India. O funcionário do Governo Mukesh Parmar disse que as mortes ocorreram nas cidades de Ahmedabad e Botad, no estado indiano de Gujarat, onde fabricação, venda e consumo de bebidas alcoólicas estão proibidos.

Estados Unidos: teste de DNA identifica assassino de mulheres nos anos 1980

Homicídio pré-intencional: menina de 1 ano e meio morre após ser deixada sozinha em casa por uma semana na Itália

Segundo a agência Lusa, as autoridades ainda não identificaram o produto que foi utilizado para adulterar a bebida. A agência de notícias indiana Press Trust relatou que a polícia já deteve vários suspeitos de contrabando, envolvidos na venda do álcool adulterado.

De acordo com o The Times of India, existe a possibilidade de que o número de mortos aumente ainda mais. Segundo a polícia, havia uma alta concentração de metanol nas bebidas que foram fornecidas por um contrabandista de Ahmedabad.

— Havia 98% de metanol no licor que eles consumiram, o que significa que eles consumiram apenas metanol, o que aumentou o número de mortos — disse o inspetor-geral da polícia, Bhavnagar Ashok Yadav.

Operação 'Caveira': quadrilha que enviava drogas em 'crânios' para Colômbia e Argentina é presa na Espanha

As vítimas seriam, em sua maioria, trabalhadores agrícolas. A polícia local formou cerca de cem equipes para descobrir outras pessoas doentes e para serem submetidas a tratamentos adequados.

Casos de mortes por ingestão de álcool produzido ilegalmente são comuns na Índia. O álcool ilegal é barato e muitas vezes adulterado com produtos químicos como pesticidas.

Por conta das restrições, uma indústria lucrativa, paralela e ilegal, surgiu em toda a Índia, onde os contrabandistas não pagam impostos e vendem grandes quantidades do produto à população a preços baixos.

Apenas em 2020, pelo menos 120 pessoas morreram depois de terem bebido bebidas alcoólicas contaminadas somente no estado do Punjab, do norte da Índia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos