Belchior cortou a nossa alma em fatias bem finas

Ele morreu escondido. Longe de todos. Dos amigos, dos possíveis inimigos, talvez dos credores… Talvez nunca saibamos os motivos que levaram Belchior não apenas a abandonar a sua carreira, mas também a vida que levava, seus bens materiais e tudo o que representou em um importantíssimo capítulo da história da música brasileira e todos os tempos.
A riqueza poética de cada canção que ele gravou – mesmo aquelas mais ruins em termos de arranjos e timbres – é tão impressionante que jamais retruquei quando alguém dizia que “Belchior é o Bob Dylan brasileiro”. Sim, a comparação sempre foi pertinente. Cheguei mesmo a citá-la quando escrevi a respeito do 40º aniversário do sensacional álbum Alucinação, texto que você pode ler aqui .

A quantidade de letras sensacionais que ele escreveu parece infinita. Se a gente der uma olhada em 99,9% das letras de TODAS as canções brasileiras gravadas nos últimos dez anos e compará-las com meia dúzia de poemas de Belchior que ele transformou em música, a vontade que dá é sentar na beira da calçada e chorar de desgosto por horas a fio. E não estou me referindo aos grandes hits dele. Pode pegar qualquer música aleatoriamente. Cada verso dele parecia cortar nossas almas em fatias bem finas.

Poucas canções são tão rasgantes e desiludidas em sua autocrítica em relação ao fracasso de toda uma geração que se autodenominava “revolucionária” nos anos 60 quanto “Como Nossos Pais”, principalmente na extraordinária interpretação de Elis Regina. Todos nós nos sentimos impiedosamente desmascarados.

Era difícil compreender o que se passava na cabeça dele ou de onde vinha a sua eterna melancolia. Era como se dissesse “Você não precisa conversar comigo para me entender. Basta ouvir a minha música”. O que recebíamos de suas canções eram pensamentos desconcertantes e geniais, que filosofavam de uma maneira como jamais havíamos imaginado. Rejeitou a mídia e o show business em geral de uma maneira quase suicida em termos artísticos.

Não tenho dúvida que grande parte do afastamento de Belchior se deveu ao fato de ele ter percebido as artimanhas do show business. Antes que fosse devorado e obrigado a fazer tudo aquilo que condenava em suas letras, Belchior resolveu pular fora.  

Faça um favor a si mesmo e aos seus filhos: ouça atentamente cada palavra das canções que publiquei neste texto e vá atrás de todos os álbuns que ele lançou. Ouça junto com a sua família, como em uma reunião solene. Depois disso, tenho certeza de que a vida de todos vai melhorar e fazer sentido…