Belluzzo revela apoio a Leila Pereira: "Espero que ela seja boa presidente do Palmeiras"

Leila Pereira recebeu o apoio do ex-presidente Luiz Gonzaga Belluzzo. Foto: Ale Cabral/AGIF

O Palmeiras já começa a vislumbrar quem pode ser o novo presidente do clube, na eleição do final de 2021. Leila Pereira, proprietária da Crefisa e patrocinadora, já deixou claro que pretende se candidatar. Muitos palmeirenses com influências na política alvi-verde, acreditam que o ex-presidente Paulo Nobre pode se lançar para evitar o favoritismo da adversária.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

O blog entrevistou o ex-presidente Luiz Gonzaga Belluzzo, mentor do contrato do Allianz Parque. No papo exclusivo, Belluzzo abriu seu voto e comemorou a relação do Palmeiras com seu novo estádio.

Se houver uma eleição entre Leila Pereira e Paulo Nobre, qual será sua escolha?

Espero que a Leila seja uma boa presidente para o Palmeiras, permitindo que o Palmeiras continue nessa trajetória inovadora que sempre teve, com parceiros, novo estádio. Eu apoiei o Paulo Nobre em 2011 contra o Tirone, mas infelizmente ele perdeu a eleição. Anos atrás, Mustaphá e Nobre se juntaram para me suspender por um ano. Eles votaram pela reprovação das minhas contas de gestão e a política do Palmeiras pesou. Não tenho nenhuma dúvida de que vou votar conscientemente na Leila Pereira.

A Crefisa faz bem ou não ao Palmeiras?

Todo patrocinador que se empenha pelo clube, faz bem. Sempre digo para a Leila que o presidente é um funcionário graduado do clube. Palmeiras é prioridade dos sócios e da comunidade, não é de nenhum chefete ou imperador. Ela precisa estar bem assessorada, com gente competente e profissional ao seu lado. Leila estará assumindo duas funções, também como patrocinadora do seu próprio clube. É preciso muita cautela para não haver desvios ou falhas.

Maurício Galiotte faz uma boa gestão?

Eu gosto muito dele. Tem serenidade, tranquilidade e muito equilíbrio. É uma pessoa muito correta, tenho grande apreço por ele. Espero que ele termine bem seu mandato e que o Palmeiras renove suas conquistas, com a volta do futebol. Há muita reclamação, mas o Palmeiras ganhou dois brasileiros e uma Copa do Brasil, em cinco anos. Querem mais o quê? Gosto muito do Maurício.

Como o Sr. vê a relação do Palmeiras com seu novo estádio?

O Palmeiras cedeu o direito de superfície para a WTorre por 30 anos e é o proprietário do Estádio. Ao final deste prazo, em 2044, o Palmeiras recebe as chaves do estádio, definitivamente. Em 2009, quando tínhamos assinado o contrato, um diretor do Palmeiras na gestão do Arnaldo Tirone, que eu não vou revelar o nome, perguntou na reunião com o Walter Torre, quanto nós tínhamos ganho para conseguir aquele contrato. O Walter disse: Eles não pediram nem um pedaço de banana. Tirone não teve culpa. Mas é assim mesmo, não tenho ressentimento dessas pessoas, dá pena porque você gasta vela para um defunto de segunda. Estou muito feliz com as receitas do Palmeiras pelo estádio, com a localização excelente e as possibilidades de shows e outros eventos.

Belluzzo foi presidente do Palmeiras em 2009 e 2010. Na sua gestão, Felipão, Kléber Gladiador, Vágner Love e Valdívia voltaram ao clube. Em 2009, o time liderou o Campeonato Brasileiro e era favorito para conquistar o título, mas se perdeu na reta final e ficou fora até da Libertadores da América do ano seguinte.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.