Belo lança medley com músicas gospel na véspera do Natal e revela como é a data em sua casa: 'Ceia fit para Gracyanne'

·4 min de leitura

Após o último ano em que os encontros e abraços foram escassos, a véspera do Natal vai voltar a ser movimentada na casa do cantor Belo. Enquanto os preparativos da tradicional ceia estiverem no forno, chegarão os integrantes da família tanto dele quanto de Gracyanne Barbosa, sua mulher. Este ano, além de podermos nos reunir novamente, há uma outra novidade. A playlist natalina vai ter um medley de músicas novinho. O artista lança hoje “Belo future – Fé”, que combina com o dia do nascimento de Jesus assim como uma boa rabanada. O pout-pourri de fim de ano traz Belo interpretando canções gospel que adora cantar, com uma nova roupagem. As faixas são “Aos pés da cruz”, “Obrigado” e “Raridade”, de Klebber Lucas, Leonardo Gonçalves e Anderson Freire, respectivamente.

— Sempre cantei música gospel e tenho vários sucessos com o Padre Marcelo Rossi. Quero levar um pouco de esperança, fé, amor nesse momento tão difícil que nós passamos. Eu me enquadro também porque o nosso setor foi um dos mais afetados pela pandemia em todos os sentidos. Tenho 38 famílias trabalhando comigo e tivemos que cuidar delas de perto. Nós não encontramos recursos ou protocolos de governo, então tivemos que nos virar da forma que podíamos. Eu me sinto agraciado por estar vivo, com saúde, paz e poder voltar aos palcos, receber o carinho todo da galera. A única forma de retribuir é com música. Independentemente de religião, precisamos de Deus, nos unir, dar as mãos e ficar juntos. De uma hora para outra, veio uma pandemia e tudo o que achávamos mudou. Não adianta dinheiro, riqueza, nada disso. Agora, a vida tem um sentido totalmente diferente.

O medley é um projeto com foco no mercado digital. A primeira parte foi lançada no mês passado, “Belo future – Love” com as músicas “Sem ar”, “A vida é mesmo assim” e “Pouco a pouco”, de D’Black, Naldo e Lucas e Orelha com Ferrugem.

— Sou um cantor romântico, adoro falar com o coração das pessoas. Essas músicas que estou regravando são as que eu realmente gosto e não tive oportunidade de fazer antes. Mas sempre ouvi, estiveram no meu repertório no meu dia a dia, em casa, no trabalho...

Belo trata a nova música como um presente de Natal para os fãs. Mas ele já diz ter ganhado o seu.

— O mais importante é ter minha mãe, de 82 anos, minha esposa e meus filhos ao meu lado. Minha família é a base de tudo. As outras coisas eu luto, consigo, trabalho, batalho e vou buscar — afirma o cantor, que já passou por altos e baixos na vida.

Embora o músico não se importe com o presente que vai ganhar, não se pode dizer o mesmo dos participantes do tradicional amigo-oculto...

— Todo mundo torce para eu ser o amigo-oculto porque não boto limite no valor do presente e dou sempre algo maneiro! (risos) Aqui, Natal é a coisa mais gostosa do mundo. A minha mãe, minha sogra e meus filhos moram comigo, além dos cachorros. Chega neta, sogro, cunhada. Graças a Deus, minha casa é grande e tem quarto para todo mundo! Mantemos a tradição de estar todos pertinho na ceia.

A data na casa de Belo é comemorada assim como em todas as outras. Mas e a ceia? Será que Gracyanne abre uma exceção na dieta?

— Tem ceia fit para ela! Gracyanne sempre mantém a dieta. Não é só sobre estética, é o estilo de vida dela, onde a felicidade se encontra. Mas eu, nessa época, não sou fit, não. (risos) Quero comer panetone, rabanada... Eu seguro até o começo de dezembro. Mas Natal e Ano Novo, ah... Eu me solto mesmo!

Novidade todo mês

Depois dos lançamentos com o tema amor e fé em novembro e dezembro, Belo promete um novo medley com outra temática em janeiro.

— Vai ser um por mês. É minha entrada no digital. Nunca trabalhei focado em YouTube ou estive presente nesse universo. Mas sempre misturei um gênero com outro. Já gravei com Perlla, Ludmilla e artistas de outros segmentos. Sempre gostei disso e não tinha oportunidade de fazer quando estava no Soweto.

Sucesso sempre

O cantor já comemora os frutos da nova empreitada. Segundo ele, “Belo future — Love” já foi superaceita.

— Caiu no gosto da galera, já está tocando nos meus shows e nas rádios também. Os medleys têm cinco minutos e três músicas, então estão pedindo só uma parte. A minha versão de "Sem ar" já é primeiro lugar em rádios de São Paulo”.

Planos a todo vapor

Depois de um tempo parado durante a pandemia, a agenda de Belo voltou com tudo depois da reabertura. Agora, o cantor está se desdobrando para tocar tudo.

— Estou procurando algumas folgas para gravar um projeto audiovisual para lançar no meio do próximo ano. Tenho outro para sair em janeiro, que é uma parceria com um artista grande, que vai ser fenomenal. Faço uma média de oito shows por semana e três diferentes: o “Belo in concert”, “Belo dia” e as apresentações convencionais. Minha agenda está fechada até maio!”, comemora.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos