Beneficiários do Auxílio Brasil com NIS final 5 recebem parcela nesta quarta

Dados da Caixa Econômica Federal apontam que 400 mil famílias foram incluídas no Auxílio Brasil entre outubro e novembro. Neste mês, 21,53 milhões de famílias receberão o benefício, totalizando um repasse de R$ 13 bilhões (Photo Illustration by Thiago Prudencio/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Dados da Caixa Econômica Federal apontam que 400 mil famílias foram incluídas no Auxílio Brasil entre outubro e novembro. Neste mês, 21,53 milhões de famílias receberão o benefício, totalizando um repasse de R$ 13 bilhões (Photo Illustration by Thiago Prudencio/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • Contemplados com a parcela do Auxílio Brasil nesta quarta são os beneficiários com NIS final 5;

  • Dados da Caixa Econômica Federal apontam que 400 mil famílias foram incluídas no Auxílio Brasil entre outubro e novembro;

  • Pelo critérios do banco, as famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda familiar per capita mensal igual ou inferior a R$ 105,00.

Beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) final 5 recebem nesta quarta-feira a parcela de novembro do Auxílio Brasil.

Dados da Caixa Econômica Federal apontam que 400 mil famílias foram incluídas no Auxílio Brasil entre outubro e novembro. Neste mês, 21,53 milhões de famílias receberão o benefício, totalizando um repasse de R$ 13 bilhões.

O novo número representa um aumento de 1,89% quando comparado com os 21,13 milhões que receberam o benefício em outubro. O nordeste é a região com mais famílias contempladas: 9,91 milhões de beneficiários em 1.794 municípios.

Confira o calendário de novembro

  • NIS final 1 – 17 de novembro

  • NIS final 2 – 18 de novembro

  • NIS final 3 – 21 de novembro

  • NIS final 4 – 22 de novembro

  • NIS final 5 – 23 de novembro

  • NIS final 6 – 24 de novembro

  • NIS final 7 – 25 de novembro

  • NIS final 8 – 28 de novembro

  • NIS final 9 – 29 de novembro

  • NIS final 0 – 30 de novembro

Quem tem direito?

De acordo com informações da Caixa Econômica Federal, "podem participar do Programa as famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que tenham, em sua composição, gestantes, mães que amamentam, crianças, adolescentes e jovens entre 0 e 21 anos incompletos".

Pelo critérios do banco, as famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda familiar per capita mensal igual ou inferior a R$ 105,00. As famílias pobres são aquelas que têm renda familiar per capita de R$ 105,01 e R$ 210,00.