Benjamin Mendy se defende sobre acusações de estupro: 'Não sou Brad Pitt, mas as mulheres se aproximam de mim'

O jogador do Manchester City Benjamin Mendy, de 28 anos, que possui sete acusações de estupros, agressão sexual e tentativa de estupro, prestou depoimento na última segunda-feira no julgamento que está sendo realizado em Chester, na Grã-Bretanha. Em sua declaração, o jogador disse que era fácil fazer sexo com muitas mulheres por causa de seu status de jogador de futebol.

— Eu sei que não sou Brad Pitt, mas as mulheres se aproximaram de mim... Não por causa da minha aparência, mas por causa do futebol — disse Benjamin Mendy.

Mendy afirmou que saía à noite duas ou três vezes por semana e que encontrava muitas mulheres em boates. Inclusive, algumas delas foram convidadas para sua mansão, em Manchester. O lateral também ressaltou que estava animado com a oportunidade de jogar no time de Pep Guardiola.

O advogado de defesa queria deixar bem claro a posição do lateral, caso uma mulher tivesse negado ter relações sexuais com Mendy. E o jogador garantiu que se uma delas tivesse dito “não”, ele teria "aceitado e parado".

O lateral francês, campeão da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, chegou a ser preso em agosto do ano passado e foi liberado sob fiança em janeiro. Desde então, teve o passaporte retido e precisa cumprir diversas medidas restritivas. O atleta do Manchester City contou também, em depoimento, sobre sua experiência na prisão.

— Serviu para pensar sobre toda a minha vida porque nunca tive tempo para isso. Estive sozinho na cela e, pela primeira vez na vida, aprendi o valor do dinheiro. Foi a primeira vez que tive de pensar no que conseguia comer com aquele dinheiro (quatro libras). Foi um período duro e, agora, até prefiro estar sozinho do que convidar pessoas para minha casa — disse.

Em setembro deste ano, Mendy foi absolvido de uma das acusações de estupro que teria ocorrido contra uma mulher de 19 anos na cidade de Cheshire em julho de 2021. De acordo com a imprensa britânica, a promotoria não conseguiu apresentar provas do caso.

Benjamin Mendy foi contratado pelo Manchester City em 2017, por 52 milhões de libras, após se destacar no Monaco. Além de 50 jogos pelos Citizens, o lateral tem 10 jogos pela seleção da França e fez parte do elenco campeão do mundo em 2018. Ele teve o contrato suspenso pelo clube inglês após as acusações.