Benzema irá recorrer de condenação a 1 ano de prisão por chantagem com vídeo íntimo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A justiça francesa condenou nesta quarta-feira (24) o atacante Karim Benzema, do Real Madrid, no caso da "Sextape”, a um ano de prisão, mas com direito a sursis (suspensão da execução da pena de prisão). O jogador é acusado de cumplicidade na tentativa de chantagem com um vídeo íntimo contra seu ex-colega da selação francesa Mathieu Valbuena.

"Benzema se envolveu pessoalmente (...) para convencer o companheiro de equipe a aceitar a chantagem", afirma a sentença do tribunal correcional de Versalhes. "Não demonstrou qualquer benevolência para com Valbuena, muito pelo contrário," e agiu "com certa excitação, até certo júbilo", acrescentou o juiz.

Os magistrados estabeleceram uma pena de prisão superior aos dez meses solicitados pela promotoria durante o julgamento realizado em outubro, mas acabaram decidindo pela multa recomendada pelo Ministério Público de € 75 mil (cerca de R$ 470 mil).

Após a leitura do veredito, os advogados do atacante de 33 anos, que não compareceu ao julgamento por compromissos profissionais, anunciaram que apresentarão um recurso contra a sentença, o que deixará a aplicação da mesma em suspenso. O advogado Sylvain Cormier criticou uma "pena muito dura, injusta e sem provas". A defesa alegou que não foi apresentado o "elemento intencional" do delito.

Durante o julgamento, os representantes do MP afirmaram que o astro da seleção francesa tinha o dever de dar o exemplo, como "portador de uma imagem, de uma esperança, de uma notoriedade e de valores morais".

Sem consequências esportivas

“Alguém de confiança”


Leia mais

Leia também:
Lyon x Olympique de Marselha: novo episódio de violência em campo ofusca campeonato francês
Futebol: jogadora do PSG está sob custódia após suspeita de atacar companheira de clube
A um ano da Copa do Catar, país já está quase pronto para o Mundial, mas segue alvo de críticas

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos