BID encerra prazo para indicação de candidatos e mantém Ilan Goldfajn na lista. Veja quem está na disputa pela presidência

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) encerrou o prazo para indicações de candidatos presidência da instituição. Assim, o ex-presidente do Banco Central Ilan Goldfajn, indicado pelo ministro Paulo Guedes às vésperas do segundo turno das eleições, foi confirmado como candidato ao cargo, informou o BID em nota.

Miriam Leitão: O erro do veto do PT a um dos melhores economistas brasileiros

Ilan Goldfajn: 'O Brasil pode resgatar seu papel de liderança', diz candidato a presidente do BID

Após a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega enviou uma carta à secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, e aos governos de Chile, Colômbia e Argentina pedindo para adiar a eleição, marcada para 20 de novembro, e sugerindo que o futuro governo preferia lançar outro nome ao posto.

Na carta, Mantega dizia falar em nome do novo governo e que Lula gostaria de indicar outro candidato, segundo pessoas que tiveram acesso ao documento. Dentro do PT, havia uma tentativa de indicar o economista André Lara Resende — não se descarta nomeá-lo para outro organismo internacional no futuro, como o Banco Mundial.

Os candidatos confirmados para a presidência do BID são:

Cecilia Todesca Bocco, nomeada pela Argentina

Gerard Johnson, nomeado por Trindade e Tobago

Gerardo Esquivel Hernández, nomeado pelo México

Ilan Goldfajn, nomeado pelo Brasil

Nicolás Eyzaguirre Guzmán, nomeado pelo Chile

O pedido de adiamento da eleição causou mal-estar no BID e em países-membros, incluindo os Estados Unidos (principal acionista), que consideram inadmissível essa possibilidade, devido à crise no banco após a traumática destituição do americano Mauricio Claver-Carone, em setembro.

Mais orçamento, menos foco: Entenda as diferenças entre o Bolsa Família e Auxílio Brasil

Os governadores do BID, que geralmente são ministros da Fazenda ou outras altas autoridades econômicas dos 48 países membros da instituição, poderão entrevistar os candidatos em uma reunião virtual marcada para este domingo, dia 13.

A eleição está marcada para ocorrer em uma reunião híbrida da Assembleia de Governadores do BID, no dia 20 deste mês.