Biden diz que conversão para renováveis é questão de segurança nacional

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse nesta sexta-feira (17) em uma conferência climática das principais economias que a guerra da Rússia na Ucrânia mostra que a conversão para energias renováveis é um assunto de segurança nacional e chave para prevenir o aquecimento global.

"O ataque brutal e não provocado da Rússia contra sua vizinha Ucrânia está alimentando uma crise energética mundial e agravou a necessidade de alcançar a segurança energética confiável em longo prazo", disse Biden na cúpula virtual organizada pela Casa Branca.

A reunião, com a participação da Argentina, Chile e México, entre os mais de vinte participantes, é a terceira convocatória de Biden do Fórum das Principais Economias sobre Energia e Clima (MEF, na sigla em inglês) desde que assumiu o cargo em 2021 com a promessa de fazer dos Estados Unidos um líder na tentativa mundial de conter o aquecimento global.

Biden enfrenta uma dura situação interna pelo aumento dos preços dos combustíveis vinculado às consequências da invasão da Ucrânia.

Ao mesmo tempo, os países europeus lutam para encontrar formas de aliviar a dependência das importações russas de petróleo e gás.

- "Narrativa falsa" -

Em seu discurso, o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, lançou um feroz ataque contra a indústria do petróleo e gás, acusando-a de imitar as táticas das empresas de tabaco para impulsionar uma "narrativa falsa para minimizar sua responsabilidade na mudança climática".

"Nada pode ser mais certo que o perigo da expansão dos combustíveis fósseis. Mesmo a curto prazo, os combustíveis fósseis não têm sentido político e econômico. No entanto, parecemos presos em um mundo onde produtores e investidores de combustíveis fósseis têm a humanidade nas mãos", disse.

No entanto, a mensagem do chefe da ONU contraria as realidades políticas enfrentadas por Biden enquanto tenta convencer a indústria petroleira nacional a aumentar a produção antes de sua vista à Arábia Saudita no próximo mês.

Atualmente, os americanos estão pagando em média cinco dólares por galão( cerca de 3,8 litros) para encher o tanque de seus carros, sendo que há um ano pagavam três dólares. Esse aumento está alimentando uma inflação que chegou a ser a mais alta em 40 anos.

- Índia e Rússia ausentes -

A reunião dessa sexta-feira foi o maior encontro a nível de líderes antes da cúpula do clima da ONU COP27, que será realizada no Egito em novembro.

Vinte e três participantes compareceram em nome da maioria das principais economias do mundo, incluindo a União Europeia (UE), apontou um alto funcionário da administração Biden.

A China foi representada apenas por um enviado especial para o clima, que substituiu o presidente Xi Jinping, segundo informou a Casa Branca. A Índia também não estava na lista oficial de participantes.

A Rússia não esteve na cúpula, demonstrando que as barreiras diplomáticas dificultam a cooperação internacional na luta contra a mudança climática.

No encontro anterior do MEF, em setembro de 2021, Biden e a União Europeia anunciaram um compromisso para reduzir as emissões de metano, um dos gases que provoca o aquecimento global.

Este compromisso se lançou formalmente na COP26, celebrada em Glasgow, e já conta com a assinatura de mais de 120 países.

Na sexta-feira, os Estados Unidos, a UE e 11 países lançaram a chamada Via Energética de Compromisso Global de Metano "para catalizar a redução das emissões de metano no setor de petróleo e gás, promovendo tanto o progresso climático, como a segurança energética", segundo um comunicado conjunto.

Entre os 11 países, estão a Argentina e  México, que anunciaram novos compromissos para reduzir as emissões de metano.

Biden alertou que "a janela para a ação está se fechando rapidamente".

"Não podemos permitir que o objetivo fundamental de limitar o aquecimento global a 1,5 graus Celsius fique fora de alcance", disse.

sms/dw/dga/dg/jc/ap/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos