Biden alerta sobre risco à democracia, Trump sugere outra candidatura à Casa Branca

Presidente dos EUA Joe Biden

Por Andrea Shalal e Andy Sullivan

BOWIE (Reuters) - Em um forte discurso final antes das eleições de meio de mandato nos Estados Unidos, o presidente Joe Biden alertou na segunda-feira que uma vitória republicana poderia enfraquecer as instituições democráticas do país, enquanto o ex-presidente Donald Trump deu a entender que pode anunciar outra candidatura à Casa Branca já na próxima semana.

Os comentários de Biden refletem a profunda divisão política nos Estados Unidos antes das eleições desta terça-feira, que podem levar os republicanos a conquistar o controle de uma ou ambas as casas do Congresso.

"Hoje enfrentamos um ponto de inflexão. Sabemos que nossa democracia está em risco e sabemos que este é o seu momento de defendê-la", disse Biden a uma multidão na Bowie State University, uma faculdade historicamente negra nos arredores de Washington.

Analistas eleitorais apartidários preveem que os republicanos provavelmente conquistarão cerca de 25 assentos de vantagem na Câmara dos Deputados, com 435 assentos, mais do que o suficiente para conquistar a maioria. Analistas disseram que os republicanos também podem conseguir a cadeira de que precisam para ganhar o controle do Senado.

Os republicanos têm culpado o governo de Biden pelo aumento dos preços e pelo crime, duas das principais preocupações dos eleitores. Mas dezenas de candidatos também ecoaram as alegações infundadas de fraude de Trump em sua derrota nas eleições de 2020. Alguns deles podem acabar como governadores ou administradores eleitorais em estados-pêndulo e desempenhar um papel central na corrida presidencial de 2024.

Trump têm sugerido repetidamente que pode concorrer à Presidência novamente. Em um comício para impulsionar os candidatos republicanos em Ohio, Trump disse que fará um anúncio uma semana após a eleição em sua propriedade na Flórida.

"Vou fazer um grande anúncio na terça-feira, 15 de novembro, em Mar-a-Lago, em Palm Beach, Flórida", afirmou ele.

Apesar de cumprir as promessas de campanha de aumentar a infraestrutura e a energia limpa, muitos norte-americanos criticam a liderança de Biden. Apenas 39% aprovam seu desempenho no cargo, de acordo com uma pesquisa Reuters/Ipsos publicada na segunda-feira.