Biden anunciará novas medidas sobre Covid-19 antes da reunião da ONU, diz conselheiro de saúde da Casa Branca

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciará novas medidas para desacelerar a disseminação da Covid-19 antes da Assembleia Geral da ONU, afirmou neste domingo o conselheiro de saúde da Casa Branca Vivek Murthy.

Ele não especificou quais seriam essas providências. A próxima sessão da Assembleia Geral abre terça-feira; o primeiro dia de debate geral será na semana seguinte.

Falando à CNN neste domingo, Murthy defendeu os esforços de Biden para expandir a vacinação nos EUA. "Haverá mais ações nas quais continuaremos trabalhando, especialmente na frente global", disse.

Biden afirmou na quinta-feira que vai exigir que os funcionários federais sejam vacinados contra a Covid-19 e que os grandes empregadores exijam que seus funcionários sejam vacinados ou que sejam testados regularmente.

O presidente disse que os EUA doaram 140 milhões de doses de vacinas para outros países. "Essa é a liderança norte-americana em um cenário global, e isso é apenas o começo", afirmou.

(Reportagem de Brad Heath e Jeff Mason)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos