Biden diz estar pronto para proteger direito "fundamental" de escolha sobre aborto

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Presidente dos EUA, Joe Biden, em Minneapolis, no Estado norte-americano de Minnesota
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse nesta terça-feira que não sabe se o esboço de decisão sobre o direito ao aborto da Suprema Corte do país é genuíno ou reflete uma decisão final, mas afirmou que seu governo estará pronto para responder e proteger o direito à escolha quando uma decisão for emitida.

"Acredito que o direito de escolha de uma mulher é fundamental", disse Biden em uma declaração, acrescentando que se o julgamento Roe vs. Wade, que garantiu o direito ao aborto nos EUA, for revertido, os funcionários eleitos precisarão proteger o direito de escolha de uma mulher e os eleitores precisarão eleger parlamentares pró-escolha na eleição de meio de mandato em novembro.

(Reportagem de Katharine Jackson)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos