Biden diz a Putin que 'chegou o momento da desescalada'

·1 minuto de leitura
O presidente americano, Joe Biden, discursa na Casa Branca, em Washington, em 15 de abril de 2021

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, nesta quinta-feira (15) que "chegou a hora da desescalada", depois que Washington anunciou novas sanções contra Moscou.

Os Estados Unidos anunciaram uma série de sanções contra a Rússia em represália ao que considera "ações internacionais desestabilizadoras", inclusive acusações de que Moscou interferiu nas eleições presidenciais americanas de 2020, assim como em 2016, com campanhas de desinformação digital.

Biden qualificou como as medidas como "uma resposta medida e proporcional" ao que qualificou como ações hostis de Moscou.

O presidente americano considerou que uma comunicação direta com Putin poderia estabelecer uma "relação mais efetiva" e afirmou que o líder russo concordava com esta tese.

Biden afirmou que a cúpula proposta a Putin pode ocorrer no verão boreal na Europa e seria uma oportunidade para "lançar um diálogo de estabilidade estratégica".

Putin ainda não respondeu, mas o presidente disse que as equipes estão discutindo "agora mesmo" esta possibilidade.

sms-an/lda/bn/mvv