Biden diz que EUA estão preparados para enfrentar a variante ômicron: "não é março de 2020"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O presidente americano, Joe Biden, garantiu nesta terça-feira (21) que os Estados Unidos estão "preparados" para enfrentar a variante ômicron e salientou que não há motivos para alarme, ao menos para os americanos vacinados. Em discurso na Casa Branca, o líder democrata tentou acalmar os ânimos: "não é março de 2020".

"Todos deveríamos estar preocupados com a ômicron, mas não alarmados", afirmou Joe Biden diante de jornalistas.

Segundo o presidente americano, há três grandes diferenças atualmente em relação ao período inicial da pandemia. O líder democrata citou as vacinas anticovid, a grande quantidade de equipamentos de proteção disponível aos profissionais de saúde que tratam dos pacientes contaminados e todo o conhecimento acumulado sobre o comportamento do vírus em dois anos de pandemia.

Por outro lado, Biden advertiu os cidadãos não vacinados que, segundo ele, têm "o dever patriota" de se imunizar. Para o chefe de Estado, quem ainda não se vacinou contra a Covid-19 "tem boas razões para estar preocupado".

Na noite de segunda-feira (20), no Twitter, Biden já havia encorajado as pessoas a se imunizarem e a não deixarem de lado as medidas básicas de proteção, como o uso de máscaras.

Outra declaração surpreendente diz respeito às restrições de viagem. O líder democrata afirmou que está cogitando cancelar as proibições em relação aos países do sul do continente africano, onde a variante ômicron foi inicialmente detectada e se espalhou rapidamente.


Leia mais

Leia também:
Crianças de 5 a 11 anos começam a ser vacinadas contra Covid-19 nos EUA
Covid: Após 20 meses de restrições, EUA reabrem fronteiras nesta segunda-feira
Vacina é eleita a 'palavra do ano' para dicionário de referência dos EUA

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos