Biden diz que Trump "não fez seu trabalho" sobre vacinação e pede paciência

Alexandra Alper
·1 minuto de leitura
Joe Biden em visita ao Instituto Nacional de Saúde dos EUA na cidade de Bethesda

Por Alexandra Alper

BETHESDA (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou nesta quinta-feira o programa de vacinação contra o coronavírus herdado de seu antecessor, Donald Trump, e pediu que os norte-americanos tenham paciência até que ele o conserte.

"Não vamos ter tudo arrumado por um tempo, mas vamos arrumar", disse Biden em pronunciamento no Instituto Nacional de Saúde dos EUA na cidade de Bethesda, no Estado de Maryland.

Com a demanda pela vacina ultrapassando muito a oferta, os norte-americanos estão tendo dificuldades para conseguir marcar suas imunizações, deixando Biden com um problema urgente, menos de um mês após assumir o poder depois de Trump.

Biden disse que Trump, que passou seus últimos dois meses no cargo correndo atrás de iniciativas para reverter o resultado da eleição presidencial que perdeu, não adquiriu vacinas suficientes e não fez o necessário para organizar o processo de vacinação.

"Enquanto os cientistas faziam seus trabalhos descobrindo vacinas em tempo recorde, o meu antecessor - vou ser bem franco sobre isso - não fez seu trabalho em se aprontar para o desafio gigante de vacinar centenas de milhões de pessoas", disse Biden.

O presidente afirmou que o programa de vacinação que herdou está "em situação muito pior" do que se pensava. "Vai levar tempo para consertar", disse.

(Reportagem de Alexandra Alper e Steve Holland)