Biden diz que Venezuela e Bolívia não fazem o suficiente para cumprir obrigações contra drogas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Presidente dos EUA, Joe Biden
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse nesta quarta-feira que Venezuela e Bolívia não agiram no ano passado para cumprir suas obrigações sob os acordos internacionais de combate às drogas.

"Bolívia e Venezuela são países que falharam em fazer esforços substanciais durante os 12 meses anteriores para ... cumprir suas obrigações sob os acordos internacionais de luta contra as drogas", disse Biden em um memorando dirigido ao secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, e publicado pela Casa Branca.

Biden acrescentou que os dois países também não tomaram as medidas dispostas na Lei de Assistência ao Exterior dos Estados Unidos, lembrando que “os programas norte-americanos de apoio à Bolívia e à Venezuela são vitais para os interesses nacionais dos Estados Unidos".

(Reportagem de Mohammad Zargham)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos