Biden e Johnson planejam reunião do G7 sobre o Afeganistão (EUA)

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Os líderes irão discutir uma estratégia comum para a crise afegã
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O presidente americano, Joe Biden, e o premier britânico, Boris Johnson, conversaram nesta terça-feira sobre a crise afegã e concordaram em organizar uma reunião de cúpula virtual entre os líderes do G7 sobre o assunto, anunciou a Casa Branca.

"Eles concordaram em fazer a reunião na semana que vem, para discutir uma estratégia comum", expressou o governo americano, após a tomada do Afeganistão pelos talibãs.

Na conversa, Johnson e Biden "saudaram a cooperação dos Estados Unidos e do Reino Unido" nas operações de evacuação, de acordo com um boletim de Downing Street.

Eles também observaram "a necessidade de uma cooperação estreita entre aliados e parceiros democráticos" na questão afegã, informou a presidência dos Estados Unidos.

É a primeira conversa de Biden com um chefe de Estado ou de Governo desde a queda de Cabul, após 20 anos de intervenção militar de uma coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, na qual o Reino Unido desempenhou um papel importante.

A decisão de Biden de retirar os últimos soldados americanos do Afeganistão até 31 de agosto e a maneira como Washington administrou a operação foram abertamente criticados no Reino Unido.

sms/ec/lda/llu/lb/jc

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos