Biden e Suga insistem na desnuclearização total da península coreana

·1 minuto de leitura
O presidente americano, Joe Biden, e o primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, defendem a desnuclearização total da península coreana em seu primeiro telefonema desde que Biden assumiu o cargo

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, conversou por telefone nesta quarta-feira (27) com o premier japonês, Yoshihide Suga, e os dois reiteraram a exigência comum de uma "desnuclearização completa" da península coreana, informou a Casa Branca.

Durante a conversa, Biden também recordou o "compromisso inquebrantável" dos Estados Unidos em proteger seu aliado japonês, segundo a aliança militar em vigor entre os dois países, informou o Executivo americano em um comunicado.

O recém-empossado presidente americano destacou que o apoio estratégico do seu país ao Japão compreende uma força de "dissuasão estendida". Esta colaboração se aplica ao arquipélago desabitado de Senkaku, chamado de Diaoyu pelos chineses e reivindicado por Pequim, afirmou Biden.

Eleito em setembro para chefiar o governo japonês, Suga afirmou que continuaria a linha de seu antecessor, Shinzo Abe, que mantinha boas relações com o presidente Donald Trump.

Desde sua vitória nas eleições presidenciais de novembro, Biden se comprometeu em manter os pactos de defesa mútua com os aliados asiáticos dos Estados Unidos e a restabelecer as relações que foram debilitadas durante a presidência de Trump com alguns deles.

As relações entre Seul e Washington, capitais também unidas por uma aliança militar, viveram turbulências nos últimos anos, com Trump acusando a Coreia do Sul de não ter contribuído o suficiente com a presença militar americana em seu território e pedindo US$ 5 milhões.

A respeito da relação com Pyongyang, os especialistas esperam um retorno a uma situação mais clássica com Joe Biden no comando dos Estados Unidos, em contraste com o governo de Donald Trump, cujo mandato oscilou entre as fases de lua-de-mel e de tensão extrema com o líder norte-coreano, Kim Jong Un.

sms/seb/rs/rsr/mvv