Biden investigado por antigo procurador na administração Trump

Joe Biden está sob fogo cerrado após a descoberta de vários documentos confidenciais nos seus espaços pessoais longe da Casa Branca, desde um escritório numa universidade a uma biblioteca privada, passando pela garagem.

O Presidente norte-americano defende-se, diz que o seu carro não está propriamente na rua, que os documentos foram retirados do local devido por erro e promete cooperação total com o Departamento de Justiça.

Justificações que não convencem a oposição, que agora controla o Congresso e lembra que Donald Trump está a ser investigado pelos mesmos motivos.

O ministério público nomeou um conselheiro especial para liderar as investigações a Biden, Robert Hur, que serviu como procurador na administração Trump. Ainda assim os Republicanos não ficaram satisfeitos e anunciaram que irão fazer a sua própria investigação.

As eleições de 2024 começam a travar-se nos corredores da Justiça.