• Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Biden "orgulhoso" de apoiar adesão da Finlândia e da Suécia à NATO

Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Vinte e quatro horas depois de a Finlândia e a Suécia se terem candidatado oficialmente a entrar na NATO, o presidente Joe Biden veio dar as boas-vindas aos dois países nórdicos. O chefe de Estado norte-americano recebeu, esta quinta-feira, na Casa Branca, o homólogo finlandês e a primeira-ministra sueca.

Numa receção recheada de elogios Biden afirmou que "a Suécia e a Finlândia têm instituições democráticas fortes, militares fortes, e economias fortes e transparentes. E um forte sentido moral do que é correcto. Cumprem todos os requisitos da NATO e mais alguns".

Menos agradada com esta adesão está a Turquia. Ancara alega recear as "boas relações" dos dois países com ativistas e organizações curdas que considera terroristas.

Em Copenhaga, o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg disse estar atento às "preocupações de segurança" manifestadas pelo presidente turcoRecep Tayyip Erdoğan e optou pela via do diálogo para uma conciliação.

"Quando um aliado, um aliado importante como a Turquia, manifesta preocupações de segurança, levanta questões, a única forma de lidar com isso é sentarmo-nos e encontrarmos formas de chegarmos a consenso e a um acordo sobre como seguir em frente", disse Stoltenberg.

Apesar dos obstáculos colocados pela Turquia, Jens Stoltenberg diz-se confiante na chegada a consenso.

As negociações estão em curso e, de acordo com o secretário-geral da NATO, podem vir a terminar dentro de poucas semanas.antes até da próxima cimeira da organização, no final de junho.

Mas para a Finlândia e a Suécia entrarem na aliança, todos os atuais aliados terão de ratificar a adesão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos