Biden pede ao Congresso US$33 bi para Ucrânia, em salto no financiamento

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Presidente dos EUA, Joe Biden
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Trevor Hunnicutt e Steve Holland

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pediu ao Congresso nesta quinta-feira 33 bilhões de dólares para apoiar a Ucrânia, um aumento no financiamento dos EUA para a guerra contra a Rússia, bem como novas ferramentas legais para endurecer as sanções e desviar ativos de oligarcas russos.

O amplo pedido de financiamento inclui mais de 20 bilhões de dólares em armas, munições e outras assistências militares, além de 8,5 bilhões de dólares em assistência econômica direta ao governo e 3 bilhões de dólares em ajuda humanitária e de segurança alimentar.

"Precisamos deste projeto de lei para apoiar a Ucrânia em sua luta pela liberdade", disse Biden na Casa Branca. "O custo desta luta não é barato, mas ceder à agressão vai ser mais caro."

Biden também está buscando conseguir apreender mais dinheiro dos oligarcas russos para pagar o esforço de guerra.

A proposta faria com que os parlamentares entregassem ao seu governo novas capacidades, permitindo que autoridades dos EUA apreendessem mais ativos de oligarcas, entregassem o dinheiro dessas apreensões à Ucrânia e criminalizassem ainda mais a evasão de sanções, disse a Casa Branca.

As medidas incluem permitir que o Departamento de Justiça use a estrita lei de extorsão dos EUA, uma vez implantada contra a máfia, para elaborar processos contra pessoas que evitam sanções.

Biden também quer dar aos promotores mais tempo para construir esses casos, estendendo o prazo de prescrição dos processos de lavagem de dinheiro para 10 anos, em vez de cinco. Ele também tornaria um ato criminoso reter dinheiro conscientemente retirado de negócios corruptos com a Rússia, de acordo com um resumo das propostas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos