Biden prevê que democratas podem reforçar maioria no Senado nas eleições de meio de mandato

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, durante visota ao Oregon
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Jeff Mason e Nandita Bose

PORTLAND (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, previu na quinta-feira que seus correligionários democratas podem ganhar mais duas cadeiras no Senado nas eleições de meio de mandato de novembro, fortalecendo a maioria do partido na Casa para aprovar sua agenda, apesar da queda nos índices de aprovação.

Em comentários em um evento de arrecadação de fundos político em Portland durante sua primeira viagem ao Noroeste Pacífico desde que assumiu o cargo, Biden disse que estava ampliando sua agenda de viagens para divulgar em todo o país as realizações de seu governo.

"Estou determinado a manter a Câmara e o Senado", disse Biden aos doadores. Ele não ofereceu nenhuma previsão para as perspectivas do partido na Câmara.

A alta inflação e a pandemia de Covid-19 têm contribuído para os baixos números de Biden nas pesquisas e provocado preocupações de que os democratas possam perder o controle da Câmara dos Deputados e do Senado para os republicanos após as eleições de novembro.

Discursando em um evento noturno de arrecadação de fundos organizado em Seattle por Brad Smith, presidente da Microsoft Corp, Biden falou sobre o confronto entre parlamentares estaduais republicanos na Flórida e a Walt Disney sobre legislação para limitar o ensino de questões LGBTQ nas escolas.

A legislatura controlada pelos republicanos do Estado votou na quinta-feira para retirar a Disney de sua autoridade de autogoverno em terras ocupadas por seus parques temáticos de Orlando em retaliação à oposição da Disney às restrições escolares, ridicularizadas pelos críticos como o projeto de lei "Don't Say Gay".

Biden disse que os esforços liderados pelos republicanos para impor tais restrições "não têm nada a ver com a doutrina conservadora tradicional".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos