Biden se recupera da Covid e compara seu caso leve com quadro mais grave de Trump

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Presidente dos EUA, Joe Biden, fala com jornalistas na base aérea de Andrews, em Maryland
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Trevor Hunnicutt e Jeff Mason

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, celebrou sua recuperação da Covid-19 nesta quarta-feira, com um pedido para que os norte-americanos se vacinem e uma comparação entre seus sintomas leves e desempenho trabalhando de casa com o caso mais grave por qual seu antecessor no cargo, Donald Trump, passou.

Biden, que tem 79 anos de idade, encerrou seu período de isolamento após testar negativo na terça-feira e novamente na quarta-feira de manhã. Durante um pronunciamento à sua equipe e aos jornalistas na Casa Branca, ele disse que se recuperou sem medo graças ao bom atendimento e aos medicamentos já disponíveis.

Biden venceu as eleições presidenciais de 2020 em parte por conta de uma promessa de levar a pandemia mais a sério do que Trump, cujo próprio caso de Covid-19 em meio à campanha eleitoral resultou em uma visita ao hospital.

"Meus sintomas foram leves, minha recuperação foi rápida e estou me sentindo ótimo. O tempo todo em que estive em isolamento, pude trabalhar, conduzir meus deveres sem nenhuma interrupção. É uma demonstração real sobre onde estamos na luta contra a Covid-19", afirmou Biden.

Biden continua sem febre e não está mais tomando Tylenol, disse seu médico, o Dr. Kevin O'Connor, em comunicado divulgado mais cedo pela Casa Branca. O presidente teve sintomas leves, incluindo tosse, dor de garganta, e dores no corpo, desde seu teste positivo inicial na quinta-feira passada.

Biden, que pode voltar a enfrentar Trump novamente nas eleições de 2024 se ambos conquistarem as nomeações de seus partidos, fez uma referência ao que seu ex-adversário passou.

"Quando meu antecessor teve Covid, ele teve que ser levado de helicóptero para o Centro Médico Walter Reed. Ele estava gravemente doente. Ainda bem que ele se recuperou", disse Biden. "Quando eu tive Covid, eu trabalhei no andar de cima da Casa Branca --nos escritórios-- por um período de cinco dias. A diferença é a vacinação, é claro."

(Reportagem de Trevor Hunnicutt e Jeff Mason)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos