Bilionários perdem quase US$ 1,4 trilhão no semestre. Veja quanto os 10 mais ricos perderam

A fortuna de Elon Musk caiu quase US$ 62 bilhões. Jeff Bezos viu sua riqueza diminuir cerca de US$ 63 bilhões. O patrimônio líquido de Mark Zuckerberg foi reduzido em mais da metade. Ao todo, as 500 pessoas mais ricas do mundo perderam US$ 1,4 trilhão no primeiro semestre de 2022, um declínio que marca a maior queda em seis meses para a classe dos bilionários globais.

Efeito Covid: Conheça seis brasileiros que ficaram bilionários na pandemia

Oxfam: A cada 30 horas, 1 milhão de pobres e um bilionário

É uma mudança acentuada em relação aos dois anos anteriores, quando as fortunas dos ultrarricos aumentaram à medida que governos e bancos centrais lançaram medidas de estímulo sem precedentes após a pandemia de Covid-19, aumentando o valor de tudo, de empresas de tecnologia a criptomoedas.

Com os bancos centrais elevando as taxas de juros para combater a inflação elevada, algumas das ações de maior valor - e os bilionários que as possuem - estão perdendo força rapidamente. A Tesla, de Elon Musk, teve seu pior trimestre nos três meses até junho, enquanto a Amazon.com despencou mais desde o estouro da bolha das pontocom.

Efeito bumerangue: Entenda como os mais pobres vão pagar, no futuro, a conta da PEC Eleitoral

Embora as perdas estejam se acumulando para as pessoas mais ricas do mundo, isso representa apenas um movimento modesto na diminuição da desigualdade. Musk, cofundador da Tesla, ainda tem a maior fortuna do planeta, com US$ 208,5 bilhões, enquanto Bezos, da Amazon, é o segundo com patrimônio líquido de US$ 129,6 bilhões, segundo o Bloomberg Billionaires Index.

Bernard Arnault, a pessoa mais rica da França, ocupa o terceiro lugar com uma fortuna de US$ 128,7 bilhões, seguido por Bill Gates com US$ 114,8 bilhões, segundo o índice Bloomberg. Eles são os únicos com uma fortuna de mais de US$ 100 bilhões - no início do ano, 10 pessoas em todo o mundo ultrapassaram esse valor, incluindo Zuckerberg, que agora é o 17º na lista de riqueza com US$ 60 bilhões.

PEC Eleitoral: 'É como se o Senado tivesse operado como testa de ferro do governo', diz José Serra

Changpeng Zhao, o pioneiro em criptomoedas que estreou no Bloomberg Billionaires Index em janeiro , com uma fortuna estimada em US$ 96 bilhões, viu sua riqueza cair quase US$ 80 bilhões este ano em meio à turbulência nos ativos digitais.

Impulso contrário

Ainda assim, a classe bilionária acumulou tanta riqueza nos últimos anos que não só a grande maioria pode suportar o pior primeiro semestre desde 1970 para o índice S&P 500, mas provavelmente está procurando pechinchas, disse Thorne Perkin, presidente da Papamarkou Wellner Asset Management.

Acabou a festa? Conheça os bilionários que viram suas fortunas derreterem com a queda das criptomoedas

Vladimir Potanin, o homem mais rico da Rússia, com uma fortuna de US$ 35,2 bilhões, adquiriu toda a posição do Société Générale no Rosbank PJSC no início deste ano em meio às consequências da invasão da Ucrânia por Vladimir Putin. Ele também comprou a participação do magnata russo Oleg Tinkov em um banco digital por uma fração do que valia.

Sam Bankman-Fried, diretor executivo da FTX, de criptomoedas, comprou uma participação de 7,6% na Robinhood Market no início de maio, depois que o preço das ações da corretora, baseada em aplicativos, caiu 77% em relação à sua oferta pública inicial em julho passado. O bilionário de 30 anos também atua como credor de último recurso para algumas empresas de criptomoedas problemáticas.

No Caribe: Conheça a Ilha de Canouan, o lugar onde os bilionários se escondem dos milionários

A aquisição mais importante de todas pertenceu a Musk, que chegou a um acordo de US$ 44 bilhões para comprar o Twitter. Ele se ofereceu para pagar US$ 54,20 por ação; os papéis da empresa de mídia social eram negociadas a US$ 37,44 na manhã desta quinta em Nova York.

O homem mais rico do mundo disse em entrevista ao editor-chefe da Bloomberg News, John Micklethwait, no mês passado, que há “alguns assuntos não resolvidos” antes que a transação possa ser concluída.

“Há um limite para o que posso dizer publicamente”, disse ele. “É um assunto meio delicado.”

Confira quanto os dez mais ricos do mundo perderam

Elon Musk - patrimônio de US$ 208 bilhões depois de perdas de US$ 61,8 bilhões no semestre

Jeff Bezos - Patrimônio de US$ 130 bilhões depois de perdas de US$ 62,7 bilhões

Bernard Arnault - Patrimônio de US$ 129 bilhões depois de perdas de US4 49,3 bi no semestre

Bill Gates - Patrimônio de US$ 115 bilhões depois de perdas de US$ 23,4 bilhões no semestre

Larry Page - Patrimônio de US$ 99,4 bilhões depois de perdas de US$ 29 bilhões no semestre

Gautam Adani - Patrimônio de US$ 98,6 bilhões depois de perdas de US$ 22,1 bi no semestre

Sergey Brin - Patrimônio de US$ 95,3 bilhões depois de perdas de US$ 28,3 bi no semestre

Warren Buffet - Patrimônio de US$ 94,8 bilhões depois de perdas de US$ 14,1 bi no semestre

Mukesh Ambani - Patrimônio de US$ 93 bilhões depois de perdas de US$ 3,05 bi no semestre

Steve Ballmer - Patrimônio de US$ 91,1 bilhões depois de perdas de US$ 14,6 bi no semestre

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos