Bilionários americanos ficaram quase US$ 2 trilhões mais ricos durante pandemia

·1 min de leitura
Foto: Getty Images.
Foto: Getty Images.
  • A fortuna dos bilionários norte-americanos cresceu em US$ 1,8 trilhão durante a pandemia;

  • Apenas 20 pessoas respondem por mais da metade de todos os ganhos bilionários;

  • O patrimônio de Elon Musk é trezes vezes o tamanho da de Bill Gates e Warren Buffett juntos.

Antes da pandemia arrasar os Estados Unidos, no dia do ano novo de 2020, os bilionários do país detinham uma riqueza coletiva de aproximadamente US$ 3,4 trilhões, segundo valor estimado pela Forbes. 

Agora, em 2021, os mesmos bilionários estão valendo quase US$ 5,3 trilhões, ou seja, tornaram-se mais ricos em US$ 1,8 trilhão. O salto de riqueza vem em um momento de alta dos mercados.

O S&P 500 teve um aumento de 45% desde o começo de 2020. Já o Dow Jones Industrial Average subiu 27%. Durante o período, os americanos mais ricos derrotaram o mercado e ficaram 56% mais abastados financeiramente.

Leia também:

Os espólios estão concentrados no topo do grupo dos mais ricos, isto é, 20 pessoas apenas respondem por mais da metade de todos os ganhos bilionários.

Contudo, Elon Musk é quem ficou mais rico, sendo a primeiro indivíduo a ultrapassar a marca de US$ 300 bilhões, no início da semana.

Estima-se que o fundador da SpaceX tenha um montante de US$ 320,3 bilhões, ou seja, o empresário enriqueceu em US$ 293,7 bilhões, em comparação a antes da pandemia.

A fortuna de Musk é três vezes o tamanho da de Bill Gates e Warren Buffett juntas. Desde o início de 2020, as ações da Tesla, fabricante de carros, saltaram quase 1.400%.

Já a SpaceX, empresa privada de voos espaciais, continua subindo. Em fevereiro, investidores avaliaram a companhia em cerca de US$ 74 bilhões. Contudo, uma venda secundária de ações avaliou a empresa em mais de US$ 100 bilhões.

As informações são da Forbes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos