Bill Gates berrava com funcionários em reuniões, dizem testemunhas

·1 minuto de leitura
  • Bill Gates é acusado de gritar com funcionários em reuniões.

  • Quatro mulheres fizeram relatos para o site Business Insider.

  • Microsoft diz que denúncias são “retrato distorcido”.

O bilionário Bill Gates é hoje mais conhecido pelo seu trabalho como filantropo, dedicando milhões de dólares a causas humanitárias, como erradicar doenças fatais de países pobres.

Leia também:

Também por ser alvo de teorias da conspiração malucas que afirmam que ele seria uma espécie de “anti-Cristo” maligno, interessado em implantar chips na população.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Mas outras acusações, estas sim sérias e graves, vieram à tona essa semana, a partir de revelações do site Business Insider, que ouviu testemunhas que trabalhavam na Microsoft na época em que Gates era o chefão por lá.

Segundo estas, o bilionário fundador da empresa tinha um temperamento terrível, e chegava a gritar com funcionários durante reuniões, afirmando que suas ideias eram “merda”, nas palavras dele.

Pelo menos quatro mulheres confirmaram as acusações, e um executivo disse que evitava reuniões porque nelas sempre acabava ouvindo gritos do chefe.

Em comunicado, a Microsoft afirmou que as denúncias descrevem de forma “distorcida” a liderança de Bill Gates na época em que ele estava à frente da empresa.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos