Bill Gates já foi garoto-propaganda do Unibanco; relembre!

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Bill Gates
Fundador da Microsoft dizia que os novos serviços de Internet-Banking se equiparavam à possibilidade de ter “um banco inteiro em sua mesa”

(Leon Neal/Pool via REUTERS)

  • Bill Gates já foi garoto-propaganda do Unibanco 

  • Comercial foi ao ar nos anos 1990 

  • No vídeo, o fundador da Microsoft elogia a crescente digitalização do país

A MoneyTimes resgatou um comercial antigo que é no mínimo surpreendente. O motivo? Cerca de 30 anos atrás, Bill Gates, o fundador da Microsoft, topou ser o garoto-propaganda do Unibanco.

Quem viveu os anos 1990 pode até se lembrar do comercial em que o bilionário elogia a crescente digitalização do país e diz que os novos serviços de Internet-Banking se equiparam à possibilidade de ter “um banco inteiro em sua mesa”. No final do vídeo, Gates ainda lamenta: “Por que meu banco não pensou nisso antes?”

Leia também:

Na época, a Microsoft estava com um projeto de financiar computadores no Brasil em 36 meses. Confira abaixo o vídeo do comercial:

Com o passar das décadas, não só as imagens dos comerciais ficaram mais nítidas e os computadores mais finos. A digitalização dos bancos ganhou um novo patamar e, até setembro deste ano, o Itaú triplicou sua base de clientes em 2021 para 10 milhões de contas por meio do banco digital do Itaú Unibanco.

Os números vêm no momento em que o Itaú inicia uma campanha de mídia do iti, amplia as operações de crédito e começa a preparar a plataforma para criar maior engajamento, que pode envolver desde conteúdo a comércio eletrônico.

Com os números, o banco já ganha escala para medir forças com Nubank e Banco Inter.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos