Biscateiro é preso após torturar, espancar e cortar os cabelos da mulher

Marcos Nunes

O biscateiro  Cassiano Tobias de Oliveira, de 25 anos, foi preso em flagrante por policiais da Delegacia de Atendimento à Mulher de Nova Iguaçu (Deam Nova Iguaçu) . Ele é suspeito  de usar uma faca que foi esquentada no fogo para  torturar e  tentar matar  a companheira Raquel Anastácio Alves de 22.

 

A vítima também foi espancada e teve os cabelos cortados com uma tesoura  pelo agressor.

 

De acordo com a delegada Mônica Areal, da Deam Nova Iguaçu, o crime aconteceu na sexta-feira, na residência onde o casal vivia, no bairro de Austin.

Inconformado com o fim do relacionamento, após uma discussão, o biscateiro passou a queimar o corpo da mulher com uma faca.

 Depois, espancou a vítima, que ao cair no chão, ainda levou chutes no rosto.

Em seguida, Cassiano usou uma tesoura para cortar os cabelos da companheira. Ele ainda ateou fogo em um sofá da residência. Raquel conseguiu fugir e procurou socorro na especializada.

— Ela chegou à delegacia com o rosto roxo por conta dos chutes que levou. Também apresentava queimaduras de segundo grau pelo corpo que estava com bolhas. Além das agressões, o Cassiano aindou cortou os cabelos da mulher para humilhar ainda mais a vítima.  Ele é violento e disse que agiu assim por ter tido um sonho ruim — disse a delegada.

Horas após o crime, agentes da Deam conseguiram localizar e prender o biscateiro, na mesma casa onde as agressões ocorreram, em Austin.

O casal vivia juntos há sete anos e sçao pais de dois filhos. De acordo com a delegada Mônica Areal, o biscateiro vai responder por tentativa de feminicídio.

 

Após ser autuado em flagrante, Cassiano foi transferido para o sistema penitenciário.